Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Avião espião sem piloto

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h45 - Publicado em 26 jul 2009, 22h00

Nenhum piloto. Uma asa de 60 metros de envergadura, impulsionada por oito motores movidos a energia solar, voará a 20 000 metros de altitude. Essa estranha nave não tripulada, chamada Raptor/Pathfinder, poderá planar durante semanas ou meses perscrutando o mundo aqui embaixo. Foi desenvolvida para carregar sensores que podem monitorar o lançamento e a ascensão de mísseis balísticos. Esses sensores tinham sido inicialmente projetados para viajar a bordo de satélites, como parte do frustrado projeto Guerra nas Estrelas.

Em testes, por enquanto, o avião tem apenas 30 metros de envergadura, mas no futuro poderá executar o trabalho de vigilância por um custo muito menor do que os bilhões de dólares estimados para os satélites espiões. Também será capaz de executar trabalhos mais nobres, como carregar sensores para medir a poluição atmosférica.

Publicidade