GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Com quantos tweets se faz um trending topic?

Uma coisa é certa: eles não são os mais comuns, mas os que bombam de uma hora para outra

Solon Brochado

Descobrir o algoritmo do Google é muito anos 00. Hoje, o mistério da internet é como um assunto entra na lista de assuntos quentes do Twitter, os trending topics. Quando surgiram, em abril de 2008, eles eram o que muitos acham que eles ainda são: um ranking das palavras mais tuitadas. Na época, estimou-se que entre 1 200 e 1 900 mensagens de 500 a 900 usuários diferentes, dependendo do horário, botavam um termo na lista.
Como os assuntos se repetiam muito, o Twitter mudou a lógica dos trending topics. Desde janeiro de 2010, não são as palavras mais tuitadas que entram na lista, mas as que tiveram um aumento súbito – e, assim, milhões respiraram aliviados ao abrir seus perfis e ver que Justin Bieber não estava mais lá.

A equipe do Twitter também pode editar a lista, censurando assuntos que julgue inadequados ou fazendo inserções publicitárias, os promoted trending topics. Custa US$ 100 mil – o único número garantido para emplacar um assunto na lista.

#madeinbrazil

Topics que tornamos trendy

1. #leavexuxaalone
Quando – Agosto de 2009.
O quê – Apelo de fã da Xuxa, atacada por tuitar em CAIXA ALTA (“EH O MEU JEITINHO”, escreveu). Não adiantou: a rainha dos baixinhos deixou o Twitter.

2. #putafaltadesacanagem
Quando – Abril-maio de 2010.
O quê – Reclamação de uma fã da banda Restart, depois do cancelamento de um show. A reclamação foi imortalizada em vídeo, e o resto é história.

3. #calabocagalvao
Quando – Copa 2010.
O quê – Recado para Galvão Bueno. Com interesse internacional, criou-se a lenda de que era uma campanha para salvar pássaros. Depois que um vídeo “explicativo” bombou, deu até no New York Times.

4. Mick Jagger FDP
Quando – 2 de julho de 2010.
Por quê – O rolling stone foi à copa, mas não deu sorte: todo time que ele apoiava perdia. Acompanhado de Lucas, seu filho brasileiro, ele torceu para o Brasil contra a Holanda e… perdemos de 2 a 1. Em protesto contra o pé-frio, os brasileiros apelaram para essa manifestação pouco educada.