Clique e assine com até 75% de desconto

Computador de bordo

General Motors americana vai testar carros equipados com computador de bordo, capaz de indicar a melhor rota para o destino pretendido, driblando os engarrafamentos e apontando alternativas.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h50 - Publicado em 30 jun 1990, 22h00

Os americanos, que gostam de fazer contas e inventaram a expressão tempo é dinheiro, calculam em 1,6 bilhão de horas por ano o tempo perdido em congestionamentos de trânsito por sua população motorizada – sem contar os efeitos da poluição. Essa é, por si só, uma boa justificativa para o projeto que a General Motors está começando a pôr em prática na Califórnia. A exemplo de experiências semelhantes na Europa e no Japão, a empresa pretende testar, durante três anos, doze carros equipados com sistemas eletrônicos capazes de indicar a melhor rota para o destino pretendido, driblando os engarrafamentos no caminho.

O projeto envolve a instalação de sensores ligados ao Centro de Controle de Trânsito de Los Angeles, inicialmente numa extensão de 20 quilômetros de pistas, para detectar a densidade do tráfego e a velocidade dos carros. Repassados instantaneamente aos computadores a bordo dos veículos testados, os dados se transformam em mapas que informam o motorista das condições do trânsito à frente e lhe indicam as melhores alternativas. Como a implantação para valer de um sistema desse tipo depende de grandes investimentos públicos, os técnicos acreditam que isso só acontecerá em uma década.

Publicidade