GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Contatos imediatos com o primeiro mundo

Para quem já tem um micro e o Windows, uma placa que pode custar em torno de 110 dólares é o passaporte para entrar na rede mundial, consultar e conversar com especialistas, fazer reservas e até mesmo compra sem sair de casa.

Flávio de Carvalho

Quem tem um micro e um telefone e ainda não promoveu o casamento dos dois apetrechos está bobeando. O resultado deste cruzamento é uma das maquinas mais formidáveis do século, capaz de eliminar fronteiras e dar ao usuário acesso ao que de mais moderno existe no mundo em termos de informação, lazer, contatos e formação pessoal e educação. O acasalamento das duas maquina exige a participação de uma terceira engenhoca chamada modem, que pode ser comprado em qualquer loja de informática brasileira a um custo que pode variar de 110 a alguns milhares de dólares, conforme a sofisticação do aparelho.
A união fica consumada quando se instala no micro um software que abençoa junção. Em geral, as placas modem já vêm acompanhadas desse programa e o próprio Windows tem também um recurso, o terminal, que permite a operação imediata do rebento. O resultado final é o acesso a um servidor nacional e internacional com aproximadamente duas mil modalidades de contatos como conversações on line com outras pessoas em qualquer parte do mundo, compras, previsão do tempo, cotações financeiras, consultas e enciclopédias, arquivos de jornais e revistas, compras ou participação em grupos de debates sobre milhares de assuntos dos mais banais – como jogar bridge transoceânico – até consultar e diagnósticos em enciclopédias de saúde e medicina superatualizadas.
A contrapartida dessas facilidades é o custo da tarifa telefônica e de alguns serviços especiais. Recomenda-se uma rigorosa vigilância do acesso dos adolescentes ao aparelho para evitar desagradáveis surpresas na conta telefônica no fim do mês. O domínio completo de toda a potencialidade do micro ligado ao telefone exige algumas práticas, mas os primeiros passos são fáceis e servem para dar ao usuário o gostinho da aventura. Para torná-la mais apetitosa, SUPER INTERESSANTE.

Escolha a ligação do modem

O modem é o aparelho que funciona como se fosse um interprete entre o telefone e o micro, pois os dois falam línguas diferentes. O computador usa apenas zeros e uns para se expressar. É a chamada linguagem binária com a qual ele faz palavras e frases de comando. Já o telefone opera com sinais sonoros como os humanos. O modem então modula os bits do computador numa portadora sonora para que eles sejam enviados pela linha telefônica. Do outro lado um aparelho similar demodula o sinal e o converte de novo em bits para o segundo micro. Daí o nome MoDem para abreviar modulador/ demodulador.
Você pode escolher entre três tipos de modem. Um vem na forma de uma placa que deve ser encaixada num dos slots internos do micro; basta desparafusar a tampa do computador e a seguir as instruções de montagem que acompanham a placa. Outro é o modem externo que deve ser conectado na saída serial do computador. Existem ainda varias opções para a velocidade e capacidade de transmissão do modem. Prefira um com software compatível com Windows e que também tenha a capacidade de enviar fax. O produto em geral já vem acompanhado de um software de comunicações, começando pelo básico, pode ser usado o programa terminal Windows.

Configurações do terminal

Como qualquer acessório do Windows, o terminal é ativado com um duplo clique no mouse no ícone no caso um telefone. A tela aparece depois do duplo clique no ícone seguido por um único clique em configurações, barra de comando no alto da tela.

Batismo do modem

O terminal do Windows ainda não sabe da existência do modem. Clique então a opção Comunicações. Use a taxa 1200, pois as linhas brasileiras são muito ruins. Informe em qual porta está o seu modem (em geral com 3 ou com 4.)
Dê o OK, abra de novo o comando configuração, agora para informar ao terminal que estamos no Brasil, onde os sinais telefônicos são feitos por pulsos e não por tomo como nos Estados Unidos. Em vez do ATDT escreva ATDP.
Mantenha o padrão de modo Hayes. Clique o OK. Agora é preciso dizer o número da linha telefônica com a qual vai ser feita a conexão. Abra de novo o comando Configuração escolha a opção numero de telefone.
Agora vamos ao teste. Você pode ligar para os números de duas redes nacionais (existem pelo menos 500 delas) que vão lhe conceder um mês de experiência. Para ter acesso pleno, você deve preencher o cupom abaixo e envia-lo pelo correio. Independentemente disso você pode dar um passeio pelo mundo do BBS (Bulletin Board System) como iniciante ou novo usuário. OS direitos são limitados, mas você terá gosto de digitar alguma coisa no seu micro, seguindo as instruções na tela, e ter a surpresa de ver sua ligação respondida.

Passeio internacional

O passo seguinte para os mais ousados é dar um pulinho nos Estados Unidos. Embora isso possa ser feito a partir do terminal do Windows, a conta telefônica seria exorbitante. Antes de mais nada ligue para Embatel (011-284-5430, 284-5442) e inscreva-se como sócio do REMPAC, que lhe dará tarifas mais reduzidas nas ligações internacionais. Muna-se de paciência, pois a burocracia é pesada. Mas vale a pena, pois muitos dólares poderão ser economizados. Uma vez obtido seu código e registro na Embratel, compre uma revista estrangeira para escolher nas paginas de publicidade uma rede internacional como a Compuserve, Prodigy, Genie, ou América OnLine. (existem dezenas delas). Escolha a que lhe parecer mais simpática, preencha o cartão de inscrição e mande pelo correio ou Fax. Aí é aguardar as instruções e a conta. Prepare-se para pegar em dólar, sem desconto. Para associar-se definitivamente a algumas das centenas de BBS brasileiros, as taxas variam entre 10 e 50 dólares. Eles também oferecem conexões internas com reses associadas, mas fique sempre de olho na conta telefônica, para não ser apanhado de surpresa.