Clique e assine a partir de 8,90/mês

Das bombas à lata de cerveja

A empresa americana Coors Brewing, que produz 4,2 bilhões de latas de alumínio por ano, está usando um software que elimina os defeitos de fabricação, além de propiciar maior produtividade.

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h37 - Publicado em 30 set 1991, 22h00

Um modesto programa de computador, inicialmente desenvolvido para avaliar danos causados por bombas em construções, foi recentemente aprimorado para servir a um objetivo bem menos dramático: eliminar defeitos de fabricação em latas de cerveja. Não se trata de frivolidade da empresa americana Coors Brewing, usuária do programa – como produz a elevada cifra de 4,2 bilhões de latas de alumínio por ano, ela procura um meio de minimizar os custos de produção. “Precisamos saber até que ponto se pode aumentar a velocidade das máquinas sem gerar defeitos estruturais nas latas”, resume o engenheiro Rudy Verderber, da Coors. Desde que começou a ser usado, o programa já mostrou como fabricar latas mais resistentes ao amassamento e com menos alumínio. Tudo isso, sem necessidades de teste reais – as modificações e a maneira de executá-las são apontadas pelas simulações eletrônicas, com imensa economia de tempo e dinheiro.

Publicidade