Clique e assine a partir de 8,90/mês

Drone agrícola pulveriza plantações com agrotóxico; veja como funciona

Veículo foi criado pela empresa chinesa DJI, e vai custar US$ 15 mil

Por Bruno Garattoni - Atualizado em 31 out 2016, 19h03 - Publicado em 30 nov 2015, 12h30

O novo drone se chama Agras MG-1, e foi criado pela empresa chinesa DJI – que atualmente produz a linha de quadricópteros Phantom, para filmagens e uso recreativo. O Agras tem oito rotores, o dobro dos drones comuns – e um tanque com capacidade para 10 litros de agrotóxico, que é liberado por quatro vaporizadores. Ele pode ser pilotado manualmente, por meio de um controle remoto, ou programado (via GPS) para percorrer automaticamente a plantação. Segundo seu fabricante, o drone é 40 vezes mais eficiente do que a aplicação manual de agrotóxico, sendo capaz de cobrir 7 a 10 acres por hora de uso (e também reduz o contato do agricultor com o produto). O aparelho vai custar US$ 15 mil. 

Publicidade