GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Duplo clique patenteado

Barbara Axt

Imagine se, toda vez que você clicasse duas vezes para abrir um arquivo ou acessar um link, Bill Gates ganhasse alguns dólares a mais. Pois isso está prestes a acontecer. No mês passado, a Microsoft recebeu, nos Estados Unidos, a aprovação da patente do duplo clique, aquele comando que serve para acionar praticamente tudo no mundo da computação. A empresa diz ter inventado “um método que estende a funcionalidade dos botões de um computador de recursos limitados”. Traduzindo: o botão do mouse, como todo botão, serve para ser apertado uma vez. Se o genial Bill Gates “inventou” que você pode apertá-lo duas vezes, ele tem direito de cobrar por isso. “Estou segura de que essa patente será anulada porque ela não é inovadora”, diz Daniela Zaitz, especialista em propriedade intelectual. Os outros fabricantes americanos de software, como Adobe, IBM e Apple, também estão contando com isso. Caso contrário, eles vão ter de “inventar” um novo jeito de usar o mouse.

Para saber mais

Escritório de patentes dos EUA – http://patft.uspto.gov

Escritório de patentes da Austrália – http://www.ipaustralia.gov.au

Patentes absurdas

Cadê o bom senso?

Torrada

Em junho de 1999, Terrance F. Lenahan patenteou um método que consiste em colocar o pão em um ambiente aquecido, durante um período de 3 a 90 segundos. Original, não?

Roda

Em 2001, o advogado John Keogh registrou, na Austrália, um “dispositivo circular para facilitar o transporte”. Ou seja, a roda! Ele queria demonstrar as falhas no sistema de patentes. Conseguiu.