Clique e assine com até 75% de desconto

Duplo clique patenteado

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h37 - Publicado em 31 jul 2004, 22h00

Barbara Axt

Imagine se, toda vez que você clicasse duas vezes para abrir um arquivo ou acessar um link, Bill Gates ganhasse alguns dólares a mais. Pois isso está prestes a acontecer. No mês passado, a Microsoft recebeu, nos Estados Unidos, a aprovação da patente do duplo clique, aquele comando que serve para acionar praticamente tudo no mundo da computação. A empresa diz ter inventado “um método que estende a funcionalidade dos botões de um computador de recursos limitados”. Traduzindo: o botão do mouse, como todo botão, serve para ser apertado uma vez. Se o genial Bill Gates “inventou” que você pode apertá-lo duas vezes, ele tem direito de cobrar por isso. “Estou segura de que essa patente será anulada porque ela não é inovadora”, diz Daniela Zaitz, especialista em propriedade intelectual. Os outros fabricantes americanos de software, como Adobe, IBM e Apple, também estão contando com isso. Caso contrário, eles vão ter de “inventar” um novo jeito de usar o mouse.

Para saber mais

Escritório de patentes dos EUA – http://patft.uspto.gov

Escritório de patentes da Austrália – http://www.ipaustralia.gov.au

Patentes absurdas

Cadê o bom senso?

Torrada

Em junho de 1999, Terrance F. Lenahan patenteou um método que consiste em colocar o pão em um ambiente aquecido, durante um período de 3 a 90 segundos. Original, não?

Roda

Em 2001, o advogado John Keogh registrou, na Austrália, um “dispositivo circular para facilitar o transporte”. Ou seja, a roda! Ele queria demonstrar as falhas no sistema de patentes. Conseguiu.

Continua após a publicidade
Publicidade