GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Empresa cria salva-vidas robô

Ela não é nenhuma Pamela Anderson - mas resgata os afogados 6 vezes mais rápido

Ela está sempre de vermelho e passa o dia inteiro nas praias de Malibu. Mas suas semelhanças com Pamela Anderson terminam aí. Ao contrário da loira, famosa por estrelar a série S Malibu, Emily é inteligente: é o primeiro robô salva-vidas do mundo. A máquina, que tem 1,3 m de comprimento, é capaz de nadar a 45 km/h – e resgatar vítimas de afogamento 6 vezes mais rápido do que um salva-vidas humano. Quando percebem alguém em perigo, os salva-vidas jogam Emily na água. Ela vai nadando até a pessoa que está se afogando – que deve se agarrar ao robô para ser salva. Emily, que custa US$ 3 500 e já está sendo usada nas praias de 4 estados americanos, tem até um sistema de rádio que permite falar com a vítima enquanto ela está sendo resgatada. O robô é guiado por controle remoto, ou seja, depende da orientação de um humano. Mas seus criadores já estão desenvolvendo uma versão completamente autônoma. “Ela terá um GPS e um sonar que consegue detectar os movimentos que os nadadores fazem quando estão se afogando”, explica Robert Lautrup, da empresa Hydronalix. Ele diz que a ideia não é acabar com os salva-vidas de carne e osso, e sim ajudá-los. “Em águas geladas e perigosas, muitas vezes o salva-vidas não pode entrar por causa de sua própria segurança. Nesses casos, o robô é uma ótima ferramenta.”