GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Fundador do Grooveshark é encontrado morto nos Estados Unidos

Um dos fundadores do site de streaming de música Grooveshark, Josh Greenberg, foi encontrado morto na manha de domingo (19). O jovem, que tinha 28 anos, foi encontrado pela namorada no apartamento que Greenberg possuía, em Gainsville, no estado americano da Flórida.

De acordo com a polícia local, nenhum vestígio de uso de drogas ou de suicídio foi encontrado. Laudos definitivos devem sair em 90 dias.

 

 

Greenberg criou, juntamente com Sam Tarantino, o site grooveshark em 2006, aos 19 anos de idade. No auge, o portal chegou a contabilizar mais de 35 milhões de usuários e a empregar 145 pessoas. Porém, por não seguir nenhum acordo de direitos autorais e em sérios riscos de pagar uma multa milionária, um acordo judicial forçou a empresa a suspender o site, apagar o banco de dados que possuíam e fornecendo a propriedade intelectual do site às gravadoras.

Depois de uma longa polêmica, o Grooveshark encerrou suas atividades em maio deste ano. Relembre a carta de despedida escrita pelos empresários aos fãs do site:

 

“Dear music fans,

Today we are shutting down Grooveshark.

We started out nearly ten years ago with the goal of helping fans share and discover music. But despite best of intentions, we made very serious mistakes. We failed to secure licenses from rights holders for the vast amount of music on the service.

That was wrong. We apologize. Without reservation.

As part of a settlement agreement with the major record companies, we have agreed to cease operations immediately, wipe clean all the data on our servers and hand over ownership of this website, our mobile apps and intellectual property, including our patents and copyrights.

At that time of our launch, few music services provided the experience we wanted to offer ­and think you deserve. Fortunately, that’s no longer the case. There are now hundreds of fan friendly, affordable services available for you to choose from, including Spotify, Deezer, Google Play, Beats Music, Rhapsody and Rdio, among many others.

If you love music and respect the artists, songwriters and everyone else who makes great music possible, use a licensed service that compensates artists and other rights holders. You can find out more about the many great services available where you live here: http://whymusicmatters.com/find-music.

It has been a privilege getting to know so many of you and enjoying great music together. Thank you for being such passionate fans.”

 

Tradução:

“Caros fãs de música,

Estamos fechando hoje o Grooveshark.

Nós começamos quase dez anos atrás com o intuito de ajudar fãs a compartilhar e descobrir música. Mas, apesar de nossas melhores intenções, cometemos erros graves. Nós falhamos ao não garantir as licenças de quem detinha direitos sobre a enorme quantidade de música em nosso serviço.

Isso foi errado. Pedimos desculpas, sem qualquer ‘porém’.

Como parte de um acordo com as grandes gravadoras, concordamos em cessar nossas operações imediatamente, apagar todas as obras em nosso site cujo copyright pertence a elas, e entregar a posse sobre este site, nossos aplicativos para telefonia móvel e nossa propriedade intelectual, incluindo nossas patentes e direitos autorais.

Na época de nosso lançamento, alguns serviços de música forneciam a experiência que queríamos oferecer – e que achamos que vocês merecem. Felizmente, esse não é mais o caso. Atualmente, existem centenas de serviços acessíveis e voltados para fãs dentre os quais é possível escolher, incluindo Spotify, Deezer, Google Play, Beats Music, Rhapsody e Rdio.

Se você ama a música e respeita artistas, compositores e todas as outras pessoas que tornam a música possível, use um serviço licenciado que compense artistas e quem quer que detenha os direitos autorais. Você pode encontrar mais sobre alguns dos diversos ótimos serviços disponíveis onde você reside aqui: http://whymusicmatters.com/find-music.

Foi um privilégio conhecer tantos de vocês e curtir uma boa música. Agradecemos por serem fãs tão apaixonados.”