GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Gráfico mostra a evolução de popularidade das redes sociais desde 2004

O Instagram está no ápice de sua fama; já Facebook e Twitter estavam na crista da onda seis anos atrás.

Redes sociais vêm e vão, nascem e morrem. Hoje em dia, pode ser difícil imaginar a internet sem o Facebook, com seus mais de 1,7 bilhão de usuários. Mas, até pouco tempo atrás, a plataforma criada por Mark Zuckerberg tinha apenas algumas milhares de pessoas, enquanto outros sites eram bem mais conhecidos.

Para entender como se deu a evolução de popularidade das redes sociais, o usuário “chartrdaily”, do fórum Reddit, criou um gráfico que mostra, desde 2004, o crescimento (e a queda) das buscas no Google de algumas das principais plataformas do tipo (desculpe, Google Plus).

 (chartdaily/Reprodução)

O gráfico não leva em conta dados absolutos, caso contrário, o Facebook estaria sempre no topo, dado o seu tamanho. Foi feita uma escala para cada rede social – das mais antigas, como o Myspace, às mais recentes, como o Snapchat.

De acordo com o levantamento, Instagram e Reddit estão no seu ápice. A rede social dos fotógrafos e influenciadores nasceu em 2012, época em que Facebook e Twitter eram os campeões nesse quesito. O Snapchat, que introduziu o conceito de stories, teve uma evolução mais irregular: vive entre altos e baixos desde o seu pico, entre 2015 e 2016.

Veja também

Velha guarda

No início dos anos 2000, quando a internet ainda era discada, as redes sociais do momento eram outras, como o gráfico do Reddit bem lembrou. Saiba como elas eram:

Myspace

Criado em 2003, o Myspace já foi a rede social mais popular do mundo. Nela, era possível criar páginas, compartilhar mensagens, fotos e vídeos. Ajudou muitos artistas a ficarem conhecidos, do cantor Sean Kingston à banda Artic Monkeys.

Em 2005, no ápice da rede, ela foi vendida para a News Corporation por US$580 milhões. No entanto, o rápido crescimento de outros sites, como o Facebook, fez o Myspace ficar esquecido. Em 2011, ele foi vendido novamente, mas por apenas US$ 35 milhões. Ele ainda existe, caso queira testar. Difícil vai ser encontrar algum amigo por lá.

Friendster

É provável que o ICQ tenha sido a primeira plataforma de mensagens instantâneas que você usou para conversar com seus amigos (e paqueras). Mas a rede social pioneira nesse formato foi o Friendster, criado em 2002 no Canadá. Ele ganhou bastante popularidade lá fora, mas não pegou por aqui. A ferramenta não suportava o número de usuários e travava com frequência. Em 2015, com pouco mais de 8 milhões de pessoas ativas, a rede acabou de vez.

Bebo

A Bebo foi fundada em 2005 pelo casal Michael e Xochi Birch em São Francisco, nos EUA, e seguia a mesma linha das outras: um lugar para postar fotos, vídeos e textos, como um blog. O nome, aliás, vem daí, já que é formado pelas iniciais da frase “Blog Early, Blog Often” (algo como “publique cedo, publique com frequência”).

No auge de sua popularidade, era mais acessado que o Myspace em alguns países, como Irlanda e Reino Unido. Em 2008, foi vendido por US$850 milhões para o portal AOL. Com o declínio da rede, ela passou pela mão de outras empresas até voltar para o comando do casal Birch. Em 2019, ela foi relançada, desta vez como uma plataforma de e-sports para estudantes do ensino médio.