GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Interruptor atômico em vez de elétrico

Cientistas da IBM demonstraram que é possível usar um átomo como interruptor elétrico.

Cientistas do Centro de Pesquisas da IBM, em Almaden, nos Estados Unidos, demonstraram que é possível usar um átomo como interruptor elétrico, este, o elemento fundamental da lógica dos computadores ao deixar ou não passar corrente. Ao mover um átomo de xenônio entre a superfície de um cristal de níquel e a ponta de tungstênio de um microscópio de tunelamento eletrônico, os pesquisadores observaram que a corrente elétrica nesse espaço se alterava de acordo com a posição do átomo. Aplicando um pulso de corrente num dos eletrodos (o níquel ou a ponta do microscópio), o átomo de xenônio sai da superfície do cristal e adere ao microscópio. Quando a polaridade do pulso é revertida, o átomo volta para a superfície de níquel.

A variação na quantidade de corrente nesse espaço, conforme o xenônio troca de posição, equivale a um interruptor doméstico que liga e desliga uma lâmpada. O interruptor atômico ainda não tem uso prático, mas os cientistas esperam que essa pesquisa possa virar tecnologia no futuro, empregada em equipamentos eletrônicos diminutos.