Clique e assine a partir de 8,90/mês

O fim das senhas

Uma para o computador, outra para o celular, várias para a Internet... é difícil se lembrar delas. Mas esta pulseira promete uma solução: os seus batimentos cardíacos

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h48 - Publicado em 9 dez 2014, 22h00

O conceito

Quando o seu coração bate, produz sinais elétricos. Esses sinais oscilam ao longo do tempo, formando um padrão que é diferente para cada pessoa. É o chamado eletrocardiograma. Ele é como se fosse uma assinatura cardíaca, que só você tem. E pode ser utilizada como senha de acesso.

Como funciona

A pulseira tem um sensor na parte de cima. Quando você encosta seu dedo nele, o gadget mede as oscilações elétricas do seu coração. Ao usar a pulseira pela primeira vez, é preciso “treiná-la”, deixando o dedo nesse sensor durante aproximadamente dois minutos – tempo no qual ela irá captar e armazenar a sua assinatura cardíaca. Pronto.

Qual a vantagem

Quando você quiser abrir o seu smartphone, computador ou sites da internet, basta tocar o dedo no sensor por alguns segundos. A pulseira irá confirmar que você é você, e destravará o acesso ao seu computador ou smartphone (enviando um comando sem fios, via Bluetooth). No futuro, ela também poderá ser usada em caixas eletrônicos.

Continua após a publicidade

O que mais faz

A pulseira tem sensores de movimento embutidos. Ou seja: é capaz de reconhecer gestos, que podem ser programados para executar determinadas ações – girar o pulso para colocar o celular no modo silencioso, por exemplo. Segundo o fabricante, há cerca de 6 mil desenvolvedores criando aplicativos para a pulseira (que será lançada este mês).

Nymi – Nos EUA: R$ 175 – getnymi.com

 

Continua após a publicidade
Publicidade