GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O golpe do iTunes

Como um músico desconhecido montou uma megafraude com a qual ganhou US$ 1 milhão - e se tornou o artista mais baixado na loja da Apple

Pedro Caiado, de Londres, e Bruno Garattoni

Denver White era um ninguém. Aos 26 anos, tentava sem sucesso emplacar na carreira de DJ em Wolverhampton, cidadezinha de 240 mil habitantes no centro da Inglaterra. Sua obra consistia em remixes malfeitos de dance music dos anos 1990. Até que tudo mudou. Sem motivo aparente, Denver começou a bombar – e ele entrou na parada de sucessos da loja virtual iTunes. Em pouco tempo, centenas de milhares de pessoas baixaram as músicas do DJ e ele recebeu US$ 1 milhão em direitos autorais, ultrapassando a cantora Madonna nas paradas de sucesso. Mas tudo não passava de um golpe.

Na verdade, Denver e seus comparsas haviam roubado 1 500 números de cartão de crédito, que usavam para comprar as músicas dele na loja da Apple e na Amazon – sempre se escondendo atrás de identidades falsas e um software que disfarça a localização do computador. Aí, recebiam os royalties pagos pelos sites. Um esquema genial.

“Ele estava vendendo no nível de grandes artistas, mas sem ter marketing nem gravadora”, disse a promotora Helen Malcolm à imprensa inglesa. A Apple desconfiou e parou de pagar o dinheiro. Denver telefonou reclamando, e recebeu como resposta um convite: por que você não vem a Nova York receber o cheque pessoalmente? Ele topou – e forneceu seu endereço real para que as passagens fossem enviadas. A polícia inglesa foi até lá e prendeu todo mundo. Era uma armadilha. Agora, Denver e seus comparsas estão sendo processados. Mas as músicas que gravaram continuam disponíveis na internet (abr.io/2NvD). Elas é que são o verdadeiro crime.

Receita da fama
Como ter sucesso sem fazer força

1. Grave
O DJ produz 20 músicas (remixando trechos de outros artistas) e as envia para lojas virtuais como a iTunes, da Apple.

2. Roube
Usando vírus e e-mails com armadilhas, ele e seus comparsas conseguem furtar os números de 1 500 cartões de crédito.

3. Baixe
A gangue usa esses cartões para baixar as próprias músicas na loja iTunes – e ganhar uma fortuna em royalties.