GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Observe as estrelas duplas de maio

O show é garantido nas limpas noites de maio. Com um binóculo, você tem boa chance de enxergar sistemas binários.

A primeira estrela dupla, Mizar, foi descoberta em 1620 pelo físico, matemático e inventor italiano Galileu Galilei. Ele conseguiu essa proeza com uma luneta tão simples quanto um binóculo usado para assistir a óperas. E você pode fazer o mesmo: com pequenas lunetas ou binóculos, saia à caça de sistemas múltiplos de estrelas. Tudo o que é preciso é focalizar bem e apoiar os braços para a irnagem não tremer. O foco, você acerta observando as crateras da Lua ou objetos na linha do horizonte. Se tiver dificuldade em acertar as duas objetivas (lentes), tape um dos olhos e olhe só com o outro, usando o binóculo como uma luneta. Para o apoio, o mais prático é uma cadeira giratória com braços, dessas de escritório. Sentado nela, você vai se sentir num observatório. Caso você tenha uma luneta mais potente, aproveite: esse tipo de instrumento já vem com tripé e a focalização dos objetos é muito mais fácil. Mas, atenção: não espere ver as estrelas girando como um carrossel, uma em torno da outra. Elas demoram dezenas e até milhares de anos para completar uma volta. Só a observação assídua, ano após ano, permite mapear seus movimentos. Veja na lista abaixo, onde estão e como observar alguns dos principais sistemas múltiplos de estrelas.