Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Quando o turismo espacial será acessível?

Patrick Collins, especialista em turismo espacial e professor de Economia da Universidade de Azabu, no Japão.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h50 - Publicado em 30 jun 2007, 22h00

Texto Rodrigo Cavalcante

“Já existe know-how técnico e mercadológico para que, em poucas décadas, o custo por cabeça de uma viagem ao espaço no valor de US$ 20 000 seja um negócio lucrativo.”

Patrick Collins, especialista em turismo espacial e professor de Economia da Universidade de Azabu, no Japão.

“O verdadeiro turismo espacial somente será viável quando esses vôos forem usados no lugar dos aviões para diminuir o tempo de viagem em trechos com mais de 10 000 quilômetros. E as chances de isso ocorrer em um curto espaço de tempo são remotas.”

Raimundo Mussi, assessor técnico-científico do presidente da Agência Espacial Brasileira.

“As passagens já podem ser reservadas agora por US$ 200 000. A Virgin Galactic procurará baixar esse valor o mais rápido possível, permitindo que milhares de pessoas possam experimentar o espaço por elas mesmas.”

Site da empresa Virgin Galactic, que espera ser a primeira empresa a operar comercialmente uma linha espacial, formada pela parceria entre o empreendedor inglês Richard Branson e o engenheiro espacial americano Burt Runam. (www.virgingalactic.com)

Continua após a publicidade
Publicidade