GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Robô-sonar faz a segurança em museu

O Museu do Condado de Los Angeles, na Califórnia, trocou os guardas por um robô construído pela empresa americana Cybermotion. A máquina tem autonomia para circular durante doze horas. Para detectar objetos, ele emite ondas de som de alta freqüência. É um sonar: as ondas batem e voltam, indicando a posição exata de cada peça. A “imagem” captada é então comparada com os ícones de um mapa gravado em sua memória, que mostra a disposição correta das coisas. Se algo está fora de lugar, o vigilante faz soar o alarme. O preço do robô é de 50 mil dólares. Ainda assim, a direção do museu diz que sai mais barato do que contratar patrulheiros.