GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Sinais de longe

A mais de 6 bilhões de quilômetros da Terra, mais longe do que qualquer outra nave jamais chegou, a Pioneer 10 deverá alcançar nos próximos três anos os confins do sistema solar. As últimas peripécias da nave, que ainda manda tênues sinais de rádio à Terra, foram divulgadas recentemente pela NASA em comemoração ao quinto aniversário de sua passagem por Plutão, o último planeta conhecido do sistema solar. Lançada em 1972, a Pioneer 10 vai literalmente bem, obrigado, e deve enviar sinais por mais quatro anos.

Ela continua a captar o vento solar – um fluxo de gases que escapa da superfície do Sol. Mesmo à distância em que a Pioneer 10 se encontra do astro – 6,6 bilhões de quilômetros -, a pressão do vento é tamanha que ainda desvia a maioria das partículas interestelares vindas do espaço cósmico, muito além do sistema solar. A NASA espera que a Pioneer 10 levante algumas pistas do misterioso planeta X, que seria o décimo do sistema solar. Supõe-se que existe, por causa das inexplicáveis alterações nas órbitas de Netuno e Urano. Pode ser que também a Pioneer 10 seja afetada pela força gravitacional do planeta X.