GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Site descobre se o seu parceiro está secretamente no Tinder

Agora, não é preciso mais descobrir a senha do seu parceiro

Há uma nova maneira de saber se o seu parceiro está usando o Tinder – e isso não envolve hackear a senha do smartphone dele. O site Swipebuster criou um serviço que permite que usuários insiram informações básicas sobre qualquer pessoa e descubram rapidamente se ela está no aplicativo de relacionamentos.

Para utilizar a funcionalidade, basta entrar no site e pagar uma taxa de 4,99 dólares. Depois, é só digitar nome, idade, sexo e localização geográfica da pessoa que você procura. O serviço irá vasculhar a API pública do Tinder – onde todas os dados dos usuários são arquivados – e irá entregar o resultado.

Em questão de segundos, o Swipebuster revela a imagem do perfil da pessoa, a última vez que ela se conectou ao app e ainda se ela busca por um relacionamento com homens ou mulheres.

LEIA: Trair aumenta chance de morrer de infarto

A ideia é um pouco bizarra, já que dá mais uma ferramenta para ex-parceiros obcecados perseguirem seus amados.

Em um comunicado adquirido pela revista Vanity Fair, um porta-voz do Tinder disse que “a informação pesquisável no site é pública e os usuários podem acessá-la em seus perfis. Se você quiser ver quem está no Tinder, recomendamos que guarde o seu dinheiro e baixe o aplicativo gratuitamente”.

Apesar de ser interessante saber se o seu parceiro está no app, o objetivo do Swipebuster não é este. Em entrevista para a revista, um funcionário de software do serviço disse que é preocupante o fato de tantos aplicativos disponibilizarem abertamente os dados de seus usuários.

“As pessoas não sabem que existem tantas informações disponíveis sobre elas. Não são apenas as pessoas que estão compartilhando muitos dados sobre elas, mas as companhias também não estão se esforçando para que elas saibam que estão fazendo isso”, disse o empregado.

LEIA TAMBÉM:
 Cinco grandes traições da história
 O Tinder esconde um ranking sobre quão desejável você é
 A revolução industrial do Tinder