GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

SUPER TECH: os 5 produtos mais incríveis de junho

Um sistema que barra smartphones em shows, fones de ouvido sem fio antirruído, a voz do HAL 9000 em uma assistente virtual — e outras novidades

A bolsinha anticelular

Artistas dos EUA começam a usar o sistema Yondr, que impede o uso de smartphones durante os shows. Veja do que se trata.

Se você foi a algum show nos últimos dez anos, com certeza já se deparou com os chatos do smartphone. São aquelas pessoas que filmam a apresentação inteirinha para depois jogar no YouTube, ou ficam fazendo lives e postando fotos e nem assistem ao show direito. Os músicos não gostam disso – e, por isso, estão começando a exigir o uso da bolsinha Yondr, que impede o uso do celular.

Os músicos Jack White e Justin Timberlake, a cantora Alicia Keys e os comediantes Tracy Morgan e Chris Rock já usaram o sistema em suas apresentações. A bolsinha ainda não tem previsão de chegada ao Brasil. Mas, se ela continuar ganhando adeptos no exterior, é bem possível que o seu celular acabe trancado dentro de uma.

COMO O SISTEMA FUNCIONA

1. Ao chegar ao evento, você recebe uma bolsinha especial para colocar o seu celular.

2. Ela fecha e fica lacrada, impedindo que você use o telefone durante o show.

3. Ao ir embora, você encosta a bolsinha num aparelho colocado na saída – e só então ela abre.

Como os AirPods, só que melhor

Os fones de ouvido Sony WF-1000X (US$ 200) são totalmente sem fio e vêm com um case que recarrega automaticamente as suas baterias. Exatamente como os AirPods, da Apple, mas com uma vantagem: o modelo da Sony tem sistema de cancelamento ativo de ruídos (os fones captam os barulhos do ambiente e emitem uma onda sonora contrária, “apagando” o ruído).

“I’m sorry, Dave”

O clássico filme 2001 está completando 50 anos. E agora vai dar para ter em casa uma réplica do seu protagonista: o computador HAL 9000. Ele foi criado pela empresa americana Master Replicas, fala com a voz característica do personagem e usa a inteligência da assistente virtual Alexa, da Amazon (da qual herdou as principais funções, como ler mensagens, informar a previsão do tempo e tocar música). O preço do gadget ainda não foi divulgado.

A câmera de 400 megapixels

Exagerada até para os padrões de seu fabricante, a empresa sueca Hasselblad, a H6D-400 bate todos os recordes de resolução e de preço (40 mil euros). Ela foi projetada para uso em museus, onde será usada para digitalizar pinturas. Para gerar a imagem de 400 megapixels, a câmera faz seis disparos, que são combinados num só arquivo (de 2,4 GB).

O drone autônomo

O Skydio r1 voa a até 20 metros de altura, alcança 40 km/h e filma em resolução 4K. Mas o mais interessante é que ele voa sozinho: graças a um conjunto de 13 câmeras e sensores e um sistema de inteligência artificial, ele é capaz de acompanhar o dono e desviar automaticamente dos obstáculos. Mas isso tem um preço: o Skydio custa US$ 2.500, cinco vezes o preço de um drone comum.