Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Tech: os 4 gadgets mais interessantes de abril

A caixa órfã da Apple, um óculos com visão de raio X, a lixeira que faz compostagem - e uma máquina para inventar o próprio batom

Por Bruno Garattoni 15 abr 2021, 11h06

A órfã da Apple

A Apple parou de fabricar a HomePod, sua caixa de som inteligente que se destacava pela qualidade de áudio. Mas 12 engenheiros que trabalharam nela fundaram a própria empresa, e estão lançando seu primeiro produto: a Syng Cell Alpha, que tem cinco alto-falantes e um sistema que corrige digitalmente a acústica da sala, ajustando os níveis de graves e agudos. A HomePod não fez sucesso porque era mais cara que as caixinhas da Amazon e do Google. Mas os criadores da Syng não veem problema nisso: ela será vendida por espantosos US$ 1.500.

Imagem da lixeirinha.
Sepura/Divulgação

Lixeira automática

Fazer compostagem é ecológico, pois transforma o lixo orgânico da cozinha em adubo para as plantas da sua casa. A máquina Sepura Composter torna esse processo mais fácil: fica instalada embaixo da pia e vai pegando as cascas e restos de alimentos (que você, nesse caso, pode jogar direto no ralo). Ela drena automaticamente a parte líquida do lixo, que deixa ir embora pelo cano, e retém apenas a parte sólida, que pode ficar se decompondo por até quatro semanas – a máquina possui um filtro que promete bloquear a saída de odores. Tem capacidade para 10 litros e custa US$ 580.

Imagem mostrando o capacete e o que se pode ver quando o utiliza.
Augmedics/Divulgação

Visão de raio X

É o que promete o capacete Augmedics xVision, que foi criado para uso durante operações na coluna – e permite que o cirurgião veja imagens 3D de dentro do corpo do paciente (que foram previamente capturadas num exame de tomografia e são projetadas no ar, em realidade aumentada, durante a cirurgia). O sistema não altera os métodos e procedimentos da cirurgia: só mostra uma camada de informação a mais, para ajudar o médico. Ele custa US$ 50 mil e já está sendo usado em alguns hospitais dos EUA.

Imagem mostrando o dispositivo que cria o seu batom
Yves Saint Laurent/Divulgação

Máquina de batom

Com a Rouge Sur Mesure (US$ 300), lançada pela marca Yves Saint Laurent, dá para inventar a própria cor de batom usando um app – que também sugere cores baseadas na roupa que você está vestindo e reproduz, com exatidão, a tonalidade do batom de outra pessoa (basta apontar o celular para uma foto dela, em uma revista ou na tela do computador). O gadget faz isso misturando três tubos de pigmento líquido, que são vendidos à parte e estão disponíveis em várias cores.

Continua após a publicidade
Publicidade