GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

The Sims agora tem roupas unissex e personagens transgênero

Homem de salto e mulher de terno: com a nova atualização lançada hoje, nada no jogo é exclusivamente feminino ou masculino.

Um dos jogos de simulação mais populares do mundo, decidiu romper com as barreiras de gênero. Em uma nova atualização para The Sims 4, lançada hoje gratuitamente, já não existe coisa “de homem” e “de mulher”: as mais de 700 opções de roupa, cabelo e tom de voz agora são unissex.

O jogo, que permite criar e administrar a vida de pessoas virtuais conhecidas como Sims, bloqueava certas opções de penteado, acessórios e roupas no momento da criação dos personagens. Salto alto e maquiagem, por exemplo, não estavam disponíveis para homens e as mulheres não tinham acesso a ternos ou cabelos curtos.

Não que a limitação tenha parado os fãs do jogo. As modificações, ou mods, como são conhecidas, são usadas desde as primeiras versões de The Sims, que já está na quarta edição. Conteúdos criados por entusiastas podiam ser baixados e instalados nos arquivos internos do jogo – desde que você fosse bom de design, seu Sim homem poderia ter os elaboradíssimos cabelos de Game of Thrones, por exemplo.

LEIA: Armas de diversão em massa

A EA Games, dona da franquia, nunca bloqueou as modificações, mas sempre havia o perigo de instalar um arquivo corrompido ou no lugar errado – e ia embora a funcionalidade do jogo. Com a nova atualização, fica muito mais acessível e seguro criar um Sim do jeito que você quiser – e a empresa também se posiciona oficialmente a favor da diversidade de gênero.

E faz isso para além das roupas: o gênero dos personagens pode ser trocado em qualquer momento do jogo. Na prática, o jogo agora permite criar Sims trans. Cabe ao jogador decidir se cada Sim vai ser capaz de se reproduzir, independente de ter trocado de sexo ao longo do tempo.

LEIA: Os 30 games mais importantes de todos os tempos

A atualização foi feita em parceria com o GLAAD, um grupo que luta pelos direitos LGBT. Desde o primeiro lançamento, no ano 2000, o jogo permite o relacionamento entre pessoas do mesmo gênero. Na terceira versão, o casamento gay passou a existir.

A mensagem é clara: The Sims quer ser cada vez mais customizável e quer que os personagens representem todo tipo de jogador, qualquer que seja sua etnia, sexualidade ou identidade de gênero. Eles estão dando as opções. O que o jogador faz com elas é problema dele – e é isso que torna o jogo tão divertido.