Clique e assine com até 75% de desconto

Trevo de quatro folhas no Cosmo

Astrônomos do Observatório Europeu do Sul detectaram quatro imagens diferentes de um mesmo quasar, na forma de um trevo de quatro folhas. Trata-se do fenômeno da lente gravitacional, previsto por Einstein.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h50 - Publicado em 30 jun 1990, 22h00

Algo parecido a encontrar um trevo de quatro folhas ocorreu há pouco com astrônomos do Observatório Europeu do Sul, ao detectarem, por pura sorte, um estranho fenômeno cósmico. Eles viram quatro imagens diferentes de um mesmo quasar, o H1413-117, corpo luminoso situado a colossal distância a Terra, na forma de um trevo de quatro folhas. Trata-se do fenômeno da lente gravitacional, previsto por Einstein e comprovado pela primeira vez há dois anos. Quando se alinham dois ou mais astros a distâncias diferentes da Terra, a radiação emitida pelo corpo mais longínquo passa a se curvar, atraída pelo campo de gravidade do astro mais próximo ou de alguma galáxia invisível aos olhos terrestres. O resultado é uma ilusão de ótica com múltiplas imagens do astro mais afastado.

 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade