GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Um novo tipo de notebook

O Surface Pro X, da Microsoft, vem com uma nova versão do Windows: adaptada para rodar em um processador ARM, como os usados nos smartphones. Entenda por que isso pode ser a maior evolução tecnológica desde o surgimento do iPhone.

Você tira o smartphone do bolso, aperta um botão e ele responde no ato – pois fica ligado, e conectado, o tempo todo. Isso é possível graças à arquitetura ARM, que foi criada pela empresa inglesa Arm Holdings e é adotada nos chips fabricados pela Apple, pela Samsung e pela Qualcomm. Os processadores ARM gastam pouca energia. Já os chips da arquitetura x86, fabricados pela Intel e usados nos computadores tradicionais, consomem mais eletricidade: e é por isso que a bateria dos notebooks dura muito menos que a dos smartphones.

 (Microsoft/Divulgação)

Há anos a indústria tenta emplacar laptops com chip ARM, mas eles nunca fizeram sucesso, pois não tinham força para rodar o Windows e seus programas. O Surface Pro X pode mudar isso. Seu trunfo é um novo processador ARM, o SQ1, que foi criado pela Microsoft e pela Qualcomm e promete um salto de desempenho. A máquina será lançada nos EUA em dezembro, por US$ 1.000.