GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Virtualmente real

Tela de computador tem definição tão perfeita que confunde o olho humano.

A realidade virtual está cada vez mais próxima da realidade verdadeira. Um monitor recém-criado pela IBM tem uma definição tão perfeita que o olho humano, a 45 cm de distância ou mais, confunde a imagem vista nele com uma imagem real. Batizado de T220, o aparelho tem tela de cristal líquido de 22 polegadas de diagonal e resolução de 200 pixels por polegada. A tecnologia empregada é um resultado de melhorias graduais em óptica, química de cristal líquido e microeletrônica, obtidas por equipes da IBM em Yamato, no Japão, e em Nova York, nos Estados Unidos. A nova tela consiste em um sanduíche de uma lâmina fina de cristais líquidos entre duas chapas de vidro levemente separadas. Os técnicos da empresa conseguiram eliminar problemas de brilho nas telas usando um laser que escaneia o vidro para a frente e para trás, prevenindo a criação de eletricidade estática. Tanta tecnologia custa muito – muito mesmo.

A novidade sai pela “bagatela” de 22 mil dólares e, por isso mesmo, não deve sair muito rapidamente das prateleiras. Enquanto ainda estuda formas de tentar baratear o produto, a IBM aposta que o T220 já deverá ser de grande utilidade em hospitais, para a radiologia, que sempre precisou de aparelhos de alta resolução – e seu preço, perto dos demais equipamentos, não é nada absurdo. A capacidade de reproduzir dados com absoluta fidelidade vai ajudar os radiologistas a fazer diagnósticos mais perfeitos a partir da tela do computador.