6 casais incestuosos da Bíblia

Por Atualizado em 16/08/2011

Incesto é errado, certo? Pois nos primeiros livros da Bíblia, lá no Antigo Testamento, não faltam casais entre parentes. Enquanto algumas uniões foram pacíficas e formaram casais felizes, algumas histórias de incesto do Livro Sagrado são de arrepiar os cabelos. A lição que fica? Desconfie do vinho, mesmo que ele seja oferecido pelo seu irmão ou pelas suas filhas.

Abraão e Sara
Eram filhos do mesmo pai, mas com mães diferentes. Permaneceram juntos até a morte de Sara, aos 127 anos (Gên. 20:12)

Nahor e Milca
O irmão de Abraão se casou com a sobrinha, filha do seu irmão morto, Harã. Milca é irmã de Ló, que também teve uma relação incestuosa. Mas sobre essa, a gente fala daqui a pouco (Gên. 11:27, 29)

Anrão e Joquebede
Joquebede era tia de Anrão por parte de pai. Eles tiveram três filhos juntos: Aarão, Moisés e Miriã. Sim, aquele Moisés, o do Egito (Êxo. 6:20)

Amnon e Tamar
Amnon estuprou Tamar. Ambos eram filhos de David, mas de mães diferentes. Dois anos após o estupro, Absalom, irmão de Tamar por pai e mãe – e meio-irmão de Amnom – finalmente vingou sua irmã. Para isso, ele preparou uma festança para a qual todos os filhos do rei David foram convidados e mandou seus servos matarem Amnom quando ele estivesse muito bêbado (II Sam. 13:2, 14, 28-29)

Ló e suas duas filhas (aí são dois casais – e uma história bizarra)

Não é só incesto, é menage? Não, cada uma dormiu com o pai um uma noite. Mas poderíamos classificar as duas noites como abuso sexual. E o pai foi a vítima!

Mas calma, vamos do começo: Ló, sobrinho de Abraão, morava em Sodoma com sua família. Antes de Sodoma e Gomorra serem destruídas pela fúria de Deus, dois anjos foram enviados dos céus para tirarem Ló, sua mulher e duas filhas virgens (a Bílbia não fala seus nomes) de lá, pois eles não eram pecadores como o resto dos habitantes da região.
Eles deveriam fugir sem olhar para trás. Mas a mulher de Ló não resistiu, olhou e virou uma estátua de sal – pã! Uma vez longe das “cidades do pecado”, Ló e suas filhas se escondem em uma caverna.
E é aí que a coisa perde os limites: as filhas de Ló o embebedam – uma em cada noite – e dormem com ele. Ló não se lembra de nada. Mas, depois de nove meses, vê o resultado: nascem os netos-filhos Moabe e Ben-Ami (Gên. 19:30-38)

  • Ri

    Não precisamos ver pra escrever o que nos contam que pode ter realmente acontecido, a única coisa que não faço é crer ou não crer, sabe se lá, se não aconteceu mesmo.. Desde que me conheço por gente o ser humano em si é bizarro!

  • Victor Valentim Campos

    É pura putaria mesmo amigo. Se vc procura um livro moral e verdadeiro, tenho certeza que a biblia nao se encaixa em nenhum desses quesitos. É apenas um livro de 2.000 anos atras repleto de estupidez, ignorância e idiotices do povo daquela época: Ou seja, tudo uma grande mentira. Se de fato ló comeu as filhas dele em uma caverna, quem é que viu e escreveu? Pense bem

  • Apenas um Leitor

    No caso, o unico ato incestuoso verdadeiramente foi o dos filhos de Davi. Pois quem da a lei é Moises, e no caso nn foram pecados todos os anteriores.

  • Pablo Dias

    no caso dos filhos-netos de ló, era para explicar a origem dos povos inimigos de israel, e no caso eles nasceram de um ato impuro, na verdade era mesmo para denegrir.

  • Zatake Freitas

    Toda vez que cito esses atos numa discussão, meus colegas me dizem que foi somente para a reprodução da vida na terra. Isso é verdade ou tem mais putaria que moral mesmo?

  • http://sãopaulo cocero

    Não sei porque tanta discussão a esse assunto,pois os relatos da Bíblia sagrada só nos mostra relatos de ensinamentos, histórias como esta e outras mais que se encontram no livro sagrado só sevem de exemplos para que não venhamos a cometer os mesmos erros que eles cometiam naquela época.