As 8 maiores religiões do mundo

Por Atualizado em 23/01/2012

Com tantas doutrinas espalhadas pelo mundo, é até difícil adivinhar quais têm os maiores números de seguidores. Por exemplo, uma delas tem seu principal núcleo de praticantes no Brasil. Você sabe qual é? Confira na lista que a SUPER preparou com as principais religiões do mundo:

8. Espiritismo (aprox. 13 milhões de adeptos)
Espiritismo não é exatamente uma religião, mas também entra na lista. A sobrevivência do espírito após a morte e a reencarnação são as bases dessa doutrina, que surgiu na França e se expandiu pelo mundo a partir da publicação de O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec (1857). É no Brasil que se encontra a maior comunidade espírita do mundo: 1,3% da população do país é espírita.

7. Judaísmo (aprox. 15 milhões de adeptos)
Atualmente, a maior parte dos judeus do mundo vive em Israel e nos Estados Unidos, para onde migraram fugindo da perseguição nazista. Mesmo assim, os judeus representam somente 1,7% da população norte-americana. Enquanto isso, na Argentina, nossos hermanos judeus são 2% da população.

6. Sikhismo (aprox. 20 milhões de adeptos)

Embora pouco difundido, o Sikhismo é a sexta maior religião do mundo.  A doutrina monoteísta foi fundada no século 16 por Guru Nanak e se baseia em seus ensinamentos. O sikhismo nasceu na província de Punjab, na Índia, e grande parte de seus seguidores ainda vivem na região. Eles representam 1,9% da população da Índia e 0,3% de Fiji.

5. Budismo (aprox. 376 milhões de adeptos)
A doutrina baseada nos ensinamentos de Siddharta Gautama, o Buda (600 a.C.), busca a realização plena da natureza humana. A existência é um ciclo contínuo de morte e renascimento, no qual vidas presentes e passadas estão interligadas. Como era de se esperar, essa religião oriental é a principal doutrina em vários países do sudeste asiático, como Camboja, Laos, Birmânia e Tailândia. No Japão, é a segunda maior religião do país: 71,4% da população é praticante (muitos japoneses praticam mais de uma religião e, portanto, são contados mais de uma vez).

4. Religião tradicional chinesa (aprox. 400 milhões de adeptos)
“Religião tradicional chinesa” é um termo usado para descrever uma complexa interação entre as diferentes religiões e tradições filosóficas praticadas na China. Os adeptos da religião tradicional chinesa misturam credos e práticas de diferentes doutrinas, como o Confucionismo, o Taoísmo, o Budismo e outras religiões menores. Com mais de 400 milhões de praticantes, eles representam cerca de 6% da população mundial.

3. Hinduísmo (aprox. 900 milhões de adeptos)


Baseado nos textos Vedas, o hinduísmo abrange seitas e variações monoteístas e politeístas, sem um corpo único de doutrinas ou escrituras. Os hindus representam mais de 80% da população na Índia e no Nepal. Mesmo com tamanha variedade, são apenas a terceira maior religião do mundo. Porém, ostentam um título mais original: o maior monumento religioso do planeta. Trata-se do templo Angkor Wat – depois convertido em mosteiro budista –, que tem cerca de 40 quilômetros quadrados e foi construído no Camboja no século XII.

2. Islamismo (aprox. 1,6 bilhões de adeptos)


A medalha de prata na lista das religiões é dos muçulmanos. Segundo projeções, daqui vinte anos, eles serão mais de um quarto da população mundial. Se esse cenário se concretizar, o número de muçulmanos nos Estados Unidos vai mais do que dobrar e um quarto da população israelense será praticante do islamismo. Além disso, França e Bélgica se tornarão mais de 10% islâmicas.

1. Cristianismo (aprox. 2,2 bilhões de adeptos)


Mesmo com o crescimento de outras religiões, o cristianismo continua sendo a doutrina com mais adeptos no mundo todo. Porém, seus seguidores têm mudado de perfil. Há um século, dois terços dos cristãos viviam na Europa. Hoje, os europeus representam apenas um quarto dos cristãos. Mas, o interessante mesmo é apontar onde o cristianismo mais cresceu no último século: na África Subsaariana. De 1910 para cá, a população cristã da região saltou de 9 para 516 milhões de adeptos.

 

Imagens: Getty Images
Fonte: Pew Research Forum on Religion & Public Life e The Association of Religion Data Archives.

  • Amábilli Nascimento

    Porém o espiritismo tem uma doutrina totalmente diferente do cristianismo. O espiritismo acredita em reencarnação que é uma teoria totalmente satânica. As religiões só possuem semelhanças, como o catolicismo e o cristianismo.
    Lembrando que eu não tenho nenhum tipo de discriminação e respeito todo o tipo de pessoa.

  • Thiago Santos Tavares

    Marcio Santos sabe de nada inocente. Preconceituoso e maldoso deveria ler mais sobre a sua própria Bíblia e compreender Jesus, coisa que esta lhe faltando. E se vc não sabe, a Igreja foi uma das maiores beneficiadas com Chico Xavier em muitos momentos recebendo ajuda para manter projetos beneficentes, só pessoas como vc que nem sabe o significado da palavra caridade fica nessa idiotice de achar que só vc vai ser salvo, no final desta caminha. È de dá pena, pois vc se escraviza em um pensamento egoísta e preconceituoso.

  • Chelsea Lima

    Caros Amigos Leitores,
    venho aqui expressar minha linha de raciocínio, acredito que o espiritismo segue de alguma forma os ensinamentos de Jesus assim como o cristianismo.
    o que o torna de certa forma parte da cultura cristã, no entanto em tantas outras partes a distingue do Cristianismo o fato depregar a Reencarnação, que os cristãos são contra.
    Nós vemos em diversos trechos da bíblia sagrada que Jesus é o Filho de Deus, este que veio ao Mundo para trazer o homem de volta para junto do seu Criador.
    Entao logo, nós vemos que Jesus quando estava em Terra, foi um Profeta, Mestre… Que fez milagres e curas as quais ele atribuia a Deus Pai.
    Não vejo, onde Jesus pregou a reencarnaçao? …. se de fato o espiritismo segue os ensinamentos de Jesus. (Haja vista que sou leiga no espiritismo)
    “Ninguém vem ao Pai, a não ser por Mim”
    Jesus foi e é o Único Mediador entre Deus e o Homem. Logo a Salvaçao da Alma, a Perfeição da Alma, so será alcançada se de fato crermos que Jesus é o Filho Unigênito de Deus, e nos convertermos de nossos mal caminhos pecaminosos e aceitar a Jesus como Único e suficiente Salvador entao veremos a face de Deus.

    Jesus morreu, mas ressucitou e está a direita do Pai, nao há no meu modo de vista reencarnação, do contrario seria inutil a vinda de Jesus, o que iria contra absolutamente tudo quanto a bíblia ensina.
    Isso porque desde Geneses a Apocalipse vemos que Deus criou o homem Adão para ser um ser que o adorasse, mas adão pecou e foi expulso do paraíso para que ele não viesse a comer da arvore da vida e assim estar afastado eternamente de Deus. Por isso Jesus veio, para redimir a humanidade .

    mas é como diz em II Timóteo no Capítulo 4. .
    ePois chegará o tempo em que ajuntarão para si falsos mestres e doutores que pregarao nao aquilo que eles precisam ouvir, mas darão atenção a fábulas e lendas.

  • Daniel

    Preconceito religioso !

  • MARCIO SANTOS

    Cristo Salva e Liberta,o espiritismo escravisa e mata; para os Cristão o Espiritismo segue o ensinamento dos espiritos ou seja ensinamento de demônios; O Proprio Chico Xavier em entrevista que deu no programa pinga fogo, dizia que o relaciomento dele com os espiritos era de um cão com coleira, que quando ele não fazia o que seus guias queriam elas prejudicavam sua saúde, o coitado foi vitima inocente de demonios, que o escravisou a vida toda; a caminhos que parecem bons mas ao final nos leva a morte. Dizer que espiritismo e cristianismo é a mesma coisa é o mesmo que dizer que trevas e luz são a mesma coisa.

  • Jonatam Dircksen

    Amigo, você está errado. O espiritismo é sim uma doutrina cristã, tendo em Jesus o principal guia e referencial dentro da doutrina. Sou espirita e, melhor do que ninguem, posso afirmar que se trata de uma religião/doutrina cristã.

  • Ilício Francisco Júnior

    A religião cristã é a que mas tem adeptos, porém menos fiéis…quase todos os católicos que conheço se rotulam como “católicos não praticantes”…kkkkkkk

  • Marco Aurélio Figueiredo

    Obrigado por responder Diogo,

    Você resumiu bem, o mais importante é o maior mandamento da Lei. É praticar o Evangelho em sua mais pura lição, despida dos “acessórios” e “alegoria” que ao longo dos tempos tanto deturpou a sua essência.

    De qualquer forma te convido para conhecer um pouco da Doutrina Espírita, que nos trás de forma racional e coerente as respostas para essas e outras perguntas, alargando ainda mais a visão da vida Espiritual ou Reino Celeste como você mesmo mencionou. Leia a Codificação feita por Allan Kardec e tire as suas próprias conclusões, o máximo que vai acontecer é você não concordar.

    Assim compreenderá ainda mais a Grandiosidade do Nosso Pai Celestial, que suas Leis e Justiça Perfeita se aplica para tudo que existe, desde o Átomo ao Universo Infinito . Pois o simples fato de considerar que a Sua Justiça valha apenas para o Reino Celestial, já coloca em cheque a sua Unipotência, Soberania e Justiça.

    Deus é bom o tempo todo.
    Não cai uma folha sem a sua permissão.
    O Universo está em perfeita harmonia.

    Pense nisso!

    Muito obrigado pelo diálogo.
    Muita Paz!

    Grande abraço meu amigo :)