Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Bruno Garattoni Por Bruno Garattoni Vencedor de 13 prêmios de Jornalismo. Editor da SUPER.

HBO Max chega ao Brasil em 29 de junho; veja o que ele oferece

Por Bruno Garattoni Atualizado em 26 Maio 2021, 12h50 - Publicado em 26 Maio 2021, 12h41

Serviço de streaming terá 15 mil horas de conteúdo, jogos da UEFA Champions League ao vivo e promete estrear filmes mais rápido, apenas 35 dias após o lançamento nos cinemas; haverá dois planos, de R$ 20 e R$ 28 mensais

A HBO anunciou, hoje, o lançamento do serviço HBO Max em toda a América Latina, incluindo o Brasil, onde ele começará a operar no dia 29/6. O anúncio acontece uma semana após a fusão entre Warner e Discovery, que criou uma empresa com faturamento anual de US$ 132 bilhões e mais de 20 marcas globais (incluindo a HBO) para enfrentar a Netflix e a Disney no mercado de streaming.  

A América Latina é o segundo continente a receber o serviço, que estreou nos EUA em maio de 2020 (e será lançado na Europa até o final de 2021). Ele tem 41,5 milhões de assinantes nos Estados Unidos, mas esse número também inclui os assinantes da HBO via TV a cabo, não só os do streaming. 

O HBO Max oferece 15 mil horas de conteúdo, divididos em filmes (como Mulher Maravilha 1984, Liga da Justiça e as franquias O Senhor dos Anéis, Batman e Harry Potter) e séries (como Game of Thrones e Friends, que terá um novo episódio em homenagem a seus 25 anos). A empresa, que é dona dos estúdios Warner, disse que irá liberar seus novos filmes 35 dias após o lançamento nos cinemas. É uma “janela” muito menor do que a praticada antes da pandemia – quando os cinemas tinham exclusividade média de 180 dias. O serviço também incluirá transmissão ao vivo dos jogos da UEFA Champions League.  

Ele poderá ser acessado por meio de um app, e terá dois planos. O Standard, de R$ 28 mensais, que aceita três usuários simultâneos, funciona em todos os dispositivos (incluindo TV e computador), tem conteúdo em resolução 4K e permite baixá-lo para ver offline. E o plano Móvel, que é individual, só funciona em celular e tablet, e custa R$ 20. Haverá descontos para assinaturas trimestrais e anuais. Quem tem TV por assinatura com o canal HBO receberá acesso gratuito ao Max. 

A HBO não mencionou seus documentários, mas eles provavelmente estarão inclusos. Nos Estados Unidos, a empresa é conhecida pelos ótimos documentários, como The Last Cruise (que conta a história do Diamond Princess, navio de cruzeiro tomado por um surto de Covid-19) e The Inventor (a ascensão e a queda da Theranos, empresa médica que levantou US$ 9 bilhões prometendo revolucionar os exames de sangue). 

Também haverá produções locais, continuando o que a HBO já faz. A empresa diz que está trabalhando em 100 projetos do tipo – mas esse número é dividido entre toda a América Latina (grande parte será direcionada aos países de língua espanhola). 

Continua após a publicidade
Publicidade