Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Combo Por Combo Notícias e curiosidades do mundo dos videogames

Mais evidências ligam o universo de Watch_Dogs ao de Assassin’s Creed

Por Lucas Massao Atualizado em 4 jul 2018, 20h34 - Publicado em 31 out 2017, 14h05

Se você não esteve preso no Mundo Invertido, é bem provável que a notícia de que há um novo jogo da franquia Assassin’s Creed no pedaço tenha chegado aos seus ouvidos. Batizado de Assassin’s Creed: Origins, o game tem como pano de fundo o Egito antigo e conta sobre as origens dos assassinos.

Como já é de praxe na série, ele se passa tanto no passado quanto nos tempos atuais — e um easter egg no game reforça a teoria de que os acontecimentos no “futuro-presente” acontecem simultaneamente ao de outra franquia da Ubisoft, Watch_Dogs.

*Atenção: aqui começam alguns spoilers sobre o jogo e sobre a franquia Assassin’s Creed*

Na primeira vez que você cai nos tempos modernos, o jogo te introduz a Layla Hassan, que está vivenciado as aventuras no Egito por meio da máquina de simulação Animus. Hassan foi treinada pela Abstergo, empresa controlada por templários e que é considerada como a grande vilã da franquia. Hassan possui um laptop com e-mails, fotos, históricos de conversa e outros documentos sobre personagens que parecem ter morrido na linha do tempo recente.

Uma dessas vítimas é Olivier Garneau, líder da divisão de entretenimento da Abstergo. Em um episódio de Assassin’s Creed IV: Black Flag, os arquivos mostram que Garneau fazia viagens constantes para Chicago, local onde se passa o primeiro jogo da franquia Watch_Dogs. Além de uma mera sugestão, Origins tem uma imagem de uma câmera de segurança mostrando o momento em que o executivo da Abstergo é executado.

Ubisoft/Reprodução

A julgar pela roupa e pelo chapéu, o assassino de Garneau é ninguém menos que Aiden Pearce, o protagonista de Watch_Dogs. Curiosamente, em Watch_Dogs 2 há uma missão em que sua equipe de hackers precisa invadir um estúdio fictício da Ubisoft e roubar imagens de um jogo que estaria prestes a ser lançado.

Continua após a publicidade

Publicidade