Clique e assine a partir de 5,90/mês
Contando Ninguém Acredita Por Blog As notícias mais bizarras e surreais do mundo

Taiwanesa pede divórcio porque marido não responde suas mensagens

Por Lucas Massao - Atualizado em 4 jul 2018, 20h33 - Publicado em 26 jul 2017, 19h14

Se você já leu, mas não respondeu as mensagens do seu parceiro ou da sua parceira, tome cuidado: isso pode ser usado no tribunal.

Um juiz do distrito de Hsinchu, em Taiwan, usou as notificações de leitura para justificar que o casamento entre um homem e uma mulher “tinha ido além de qualquer chance de reparo” e que, portanto, o divórcio era a única saída.

Ao longo de seis meses, a esposa, de sobrenome Lin, enviou ao marido diversas mensagens por meio do popular aplicativo Line, incluindo uma dizendo que ela havia sido internada por causa de um acidente de carro. Nesse período, o homem não respondeu nenhuma vez. “O réu não perguntou sobre o demandante e a informação enviada pelo demandante foi lida, mas não respondida”, diz a sentença.

Um mês após o acidente, o marido finalmente enviou uma mensagem. “Era sobre assuntos relacionados ao cachorro deles e que havia correspondência para ela, mas ele não mostrou nenhuma preocupação em relação à esposa”. A juíza ainda declarou que “parece que há baixíssima interação entre o demandante e o réu, já que o demandante raramente responde as mensagens enviadas pelo réu”.

A decisão também se baseia no fato de que Lin precisou arcar com a maioria das despesas domésticas após se mudar para a casa do marido. A família do homem também controlava por quanto tempo ela podia tomar banho e a temperatura da água. “Um casal comum não deve tratar o outro assim. As mensagens foram evidências muito importantes e mostram que as duas partes não possuem boa comunicação”.

Via BBC

Continua após a publicidade
Publicidade