GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

É verdade que antidepressivos cortam a libido?

Sim. Um estudo mostrou que até 73% das pessoas podem ter diminuição do apetite sexual como efeito colateral do medicamento.

A explicação é neurológica: antidepressivos regulam a transmissão da serotonina, hormônio responsável por enviar sensações de bem-estar ao cérebro. O problema é que, ao aumentar o nível da serotonina, as medicações diminuem a ativação de outros dois neurotransmissores: a dopamina e a noreprinefina. A primeira está ligada à excitação e ao amor romântico. A segunda, ao foco e à motivação.

Veja também

Assim, mesmo que os estímulos físicos estejam 100% e a pessoa se sinta feliz da vida, a libido pode não entrar no seu radar por um tempo. Mas não se desespere. Muitas vezes, o desejo sexual volta assim que o corpo se acostuma à medicação, ou após o fim do tratamento. Para saber mais, este sábio Oráculo recomenda a reportagem “O enigma dos antidepressivos”, aqui.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s