Clique e assine com até 75% de desconto
Se Conselho Fosse Bom Por Blog Coluna semanal de perguntas práticas, sentimentais e existenciais enviadas por leitores da SUPER. Por Karin Hueck

“Meu namorado engordou 25 kg e não me sinto mais atraída por ele”

Afinal, dá para fazer alguém emagrecer? E deveria?

Por Karin Hueck Atualizado em 16 nov 2017, 16h42 - Publicado em 16 nov 2017, 16h01

Eu namoro há 2 anos, quase 3 anos, e nesse meio tempo meu namorado engordou mais de 25kgs. Com isso, perdi totalmente a minha atração sexual por ele. Eu sou uma pessoa ruim por isso? Sinto que se falar sobre dieta e coisas relacionadas estarei sendo uma pessoa terrível, como se quisesse mudar ele, e sempre que toco nesse assunto ou falo até de tópicos relacionados ele me dá um fora. O que eu faço? Ele já foi obeso durante a adolescência e começo da vida adulta mas emagreceu e permaneceu assim por um tempo, depois que começamos a namorar. Ele parece não se importar nem um pouco com os quilos a mais. Amo muito ele, ele é o meu melhor amigo, mas sinto que amor é incondicional, desejo sexual, não. O que eu faço?
– Sem resposta
– Cara sem resposta
Essa é uma das perguntas mais difíceis que já recebi. Sinto que é uma daquelas coisas sobre a qual você não tem muito controle – não dá para fazer ninguém emagrecer, assim como não dá para dizer para a sua cabeça “continue se sentindo atraída por ele”. Claro que ele continua sendo a mesma pessoa de sempre mesmo com os quilos a mais, e o ideal é que o nova aparência não afete o namoro – afinal, sabemos que aquilo que é considerado “bonito” é relativo e muda o tempo todo ao longo da história. Mas, como houve uma mudança grande durante o relacionamento (ele era diferente quando você o conheceu), acho que cabe uma conversa sincera. Conte a ele o que você está sentindo e o quanto quer continuar com ele, seja honesta e explique que você não sabe o que fazer. Veja o que ele responde. Se alguém tiver algum outro conselho (construtivo, hein), ou já passou por algo parecido, por favor, deixe nos comentários.

 

Estou em uma situação delicada com meus sogros,  pois os mesmos estão me culpando por erros do seu filho, meu namorado. Meu namorado adora games só que, às vezes não cumpre as tarefas domésticos quando os pais pedem, ele faz mas só depois que joga.  O pai veio me acusar que isso só piorou quando comecei a namorar com o filho dele. Obs : Eu odeio jogos, não importa qual. E quando meu companheiro se estressa com os pais vem pra meu apartamento, eu o recebo mas não o  apoio, não vou coloca-lo pra fora. Ele é um bom namorado, me respeita e cuida de mim. Mas o fato dos meus sogros me acusarem de maneira injusta afeta meu relacionamento, pois não vou na casa dele,  porque me sinto mal. – Nora injustiçada
Cara nora
A única pessoa que pode resolver o seu problema é aquela que está fingindo que não tem um problema: o seu namorado. Ele jogar videogame ou não é indiferente. Assim como não é problema seu o fato de ele não fazer as tarefas domésticas combinadas – ele que se resolva com os pais. O problema é que os pais dele estão importunando a sua vida e fazendo acusações infundadas. Cabe a ele te defender. Ele precisa pedir para que os pais parem de dizer que você é a culpada pelo excesso de videogames e assumir a responsabilidade – é ele que não está cumprindo o combinado. Na próxima vez em que os sogros resolverem te acusar de alguma coisa, diga: “prefiro que vocês resolvam esse problema com o seu filho, já que é ele que joga videogames demais, não eu”. E vá para a sua casa.

Continua após a publicidade
Publicidade