Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Se Conselho Fosse Bom Por Blog Coluna semanal de perguntas práticas, sentimentais e existenciais enviadas por leitores da SUPER. Por Karin Hueck

“Minha sogra quer ir junto na viagem romântica com meu noivo – e ele deixou”

Como avisar a pessoa amada de que há um excesso de bagagem? E o que fazer se você nao sabe se é correspondido?

Por Karin Hueck Atualizado em 20 abr 2017, 16h45 - Publicado em 20 abr 2017, 15h27

Namoro há cinco anos e estou noiva há seis meses. Estamos planejando viajar para o exterior pela primeira vez esse ano. Assim que contamos para a minha sogra, ela perguntou se poderia ir também… e meu noivo concordou! Não sei como dizer para ele que eu não quero que ela vá. Ao mesmo tempo, fiquei surpresa por ele ter concordado tão rapidamente. Fantasiamos essa viagem desde o início do namoro e eu sempre pensei nela como uma coisa de casal. Além disso, ele viaja todo ano para o exterior só com a mãe, inclusive já visitaram a Alemanha antes. Ela vive repetindo que, como o marido não viaja, o filho é seu único companheiro de viagem. Estou sendo egoísta?
– Egoísta
– Cara egoísta, você não está sendo egoísta. É bem razoável você querer uma viagem a sós com o seu noivo, que parece ter o hábito de viajar com a mãe. Não há nenhuma necessidade de ela ir junto empatar o momento romântico do casal. Mas o problema aqui não é ela. É o seu noivo. Quem deveria defender os seus interesses e bloquear os pedidos incabidos da mãe é ele. Converse imediatamente com ele, antes que vocês comprem as passagens e explique que você achou estranho ele ter topado. Se ele defender a ida da mãe e não concordar com você, você pelo menos poderá ficar feliz de que isso aconteceu antes do casamento – e que dá tempo de você fugir dessa encrenca.

 

Recentemente, uma menina começou a trabalhar no mesmo lugar que eu e nós começamos a conversar bastante no trabalho e fora dele também. Chamei ela pra sair e ela aceitou. Passado um tempo, eu comecei a gostar dela, mas ela terminou um relacionamento há pouco tempo e começou a se distanciar.  Eu acho que ela percebeu que eu estou a fim dela. Eu não quero continuar com isso, o que devo fazer?
– Não correspondido.
Caro não-correspondido
Em vez de ficar nas incertezas, acho que, nesse caso, vale tirar a dúvida. Como vocês saíram uma vez, pode ser importante você fazer uma pergunta direta. Seja sincero e dê a ela a opção de recusar sem que fique estranho.: “Márcia, sinto que nas últimas semanas comecei a gostar de você. Queria saber se você sente o mesmo”. Se ela disser que não, não insista. Aí cabe a você decidir se você consegue manter a amizade ou se prefere se distanciar para não se machucar.

Continua após a publicidade
Publicidade