Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

A estratégia da Aranha

Pesquisadores americanos descobriram por que as aranhas conseguem atrair suas presas. Os fios que entram na confecção da parte interna da teia, que servem para prender as vítimas, têm a mesma aparência de diversos tipos de flores, além de emitir luz ultravioleta, invisível para os seres humanos.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h31 - Publicado em 31 ago 1990, 22h00

De tanto estudar os hábitos das aranhas, dois pesquisadores americanos descobriram por que algumas delas, da mesma espécie Argiipe argentata, muito comuns nos jardins, conseguem atrair suas presas. Os estudos, realizados na reserva do Instituto Smithsonian de Pesquisa Tropical, no Panamá, mostraram que os insetos que se alimentam de néctar e do pólen das flores ficam presos nas teias porque enxergam na luz ultravioleta, por sinal invisível para os seres humanos. As aranhas sintetizam substâncias diferentes para cada parte de suas teias. Os fios que entram na confecção da parte interna e que servem para prender as vítimas têm a mesma aparência de diversos tipos de flores, vistos naquela faixa de luz. Incapazes de perceber a diferença, os insetos são atraídos para a armadilha mortal.

Publicidade