Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Antártida está ganhando mais gelo do que perdendo

Um estudo realizado pela NASA disse que a camada de gelo da Antártida está aumentando ao invés de diminuir. Mas isso não quer dizer que o aquecimento global é uma mentira

Por Ana Luísa Fernandes Atualizado em 4 nov 2016, 19h01 - Publicado em 3 nov 2015, 18h45

A explicação para o fato é que, há mais de 10.000 anos, o leste da Antártida vem acumulando gelo. Até agora, isso compensou o derretimento das calotas geladas pela elevação da temperatura dos oceanos, consequência do aquecimento global. A conclusão foi baseada em dados coletados por satélites na Antártida, entre 2003 e 2008. Nesse período, o ganho líquido foi de 82 bilhões de toneladas de gelo por ano.

O líder do estudo, Jay Zwally, disse em entrevista que “A boa notícia é que, atualmente, a Antártida não está contribuindo para o aumento do nível do mar. Na verdade, está tirando 0,23 milímetros por ano”. A má notícia? O estudo não está de acordo com o Relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, feito em 2013, que indicou que a Antártida perdeu 147 bilhões de toneladas de gelo por ano, entre 2002 e 2011.

Leia também: 
Brasil é 4º maior culpado pelo aquecimento global

Quanto você contribui para o aquecimento global?
Aquecimento global: está tudo tranquilo?

 

Isso significa um aumento de 0,27 milímetros por ano no nível do oceano. Mas se o relatório está enganado, quer dizer que existe alguma outra contribuição para o aumento do nível dos oceanos que não está sendo contada. E dado que essa compensação na Antártida só vai durar mais algumas décadas, logo o aumento vai ser ainda maior.

De acordo com o glaciologista Ben Smithda Universidade de Washington, que não participou da pesquisa, os resultados mostram como é difícil detectar mudanças na altura do gelo apenas com dados de satélites: “Fazer altimetria com precisão em áreas grandes é extremamente difícil, e existem medidas que de acumulação de neve que precisam ser feitas de forma independente para um melhor entendimento do que está acontecendo no lugar”.

Leia também:
Os novos suspeitos do aquecimento global
Aquecimento global: o começo do fim

Continua após a publicidade
Publicidade