Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Cemitérios ou catástrofes?

Pesquisadores americanos concluíram que a causa das mortes de vários animais, entre eles o elefante, pode ter origem no gás carbônico ejetado pelos vulcões.

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 18h54 - Publicado em 31 jul 1991, 22h00

Grandes amontoados de ossos de elefantes, encontrados em diversos locais da África, deram origem à lenda de que esses animais teriam uma espécie de cemitério – um local tranqüilo que procuram à véspera da morte. O mais provável, porém, é que manadas incautas tenham sido envenenadas em massa, dizem os americanos John Lockwood, do Observatório de Vulcões do Havaí, e Michelle Tuttle, do Departamento de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos. Eles crêem que o agente das matanças é o gás carbônico, rotineiramente ejetado por vulcões e acumulado junto ao solo, nas regiões vizinhas. Tanto que os povos da África Oriental Têm um nome em swahili para essas bolhas letais: “mazuku”. Ou “maus ventos”. Há alguns meses, a convite do governo de Ruanda, Lockwood e Tuttle investigaram três mazukus, onde encontraram inúmeros animais mortos. Não havia elefantes, mas os especialistas acreditam que eles também devem ter sido atingidos, em muitas outras ocasiões. Nesse caso, seus grandes esqueletos chamariam a atenção, originando a idéia do cemitério de animais.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.