GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como falar com seu cachorro

Aprenda a linguagem de seu animal doméstico

1. Aprenda a ouvi-lo

Seu cachorro fala pelo corpo e pelos latidos. Geralmente usa latidos para chamar sua atenção e ganidos para alertá-lo de um perigo:

Latidos = “Atenção!”

Ganidos = “Cuidado.”

Traseiro para cima = “Quero brincar.”

Encarada olho no olho = “Pretendo atacá-lo.”

2. Fale, que ele escuta!

Ao ensiná-lo, use um tom firme na voz e palavras simples, com sons distintos para cada pedido. Quando o cão ouve um comando, acha que tem que fazer alguma coisa. Por isso, prefira palavras de ordem.

Linguagem corporal é o forte do cachorro, por isso preste atenção na sua postura quando falar com ele. Longos sermões sem postura são entendidos pelo cão como blablablá.

3. Como dizer não

Se usada em qualquer situação, a palavra “não” perde o efeito. Diga não só se encontrar o cão durante o ato inapropriado. Repreendê-lo depois só serve para confundi-lo – ele não consegue relacionar a travessura do passado com a bronca do presente.

4. Mantenha uma rotina

Tenha momentos definidos para passear, dar comida e brincar, para que ele saiba o que esperar do dia-a-dia. “Rotina é essencial, porque deixa o mundo do cão mais previsível. Com isso, ele ficará muito mais tranqüilo e menos ansioso, sabendo sempre o que está por vir”, diz a veterinária Daniela Ramos.

 

Fontes: César Ades (USP), Marco Antonio Gioso (USP), Daniela Ramos (USP), Mauro Lantzman (PUC), Rubia Burnier (Espaço Animal).