GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Encontrados os genes que viraram o jogo na evolução da inteligência

Foi puro acaso: a multiplicação acidental de um trechinho de DNA acelerou o crescimento do cérebro humano. E nos tornou geniais.

Um é pouco. dois é bom. Três é humano.

Uma pesquisa da Universidade da Califórnia encontrou três cópias idênticas de um gene associado ao crescimento do cérebro no DNA humano. E concluiu que esse trio de figurinhas repetidas foi um dos grandes responsáveis por tornar nossa massa cinzenta maior e mais complexa que a dos chimpanzés nos últimos 4 milhões de anos de evolução.

“É muito raro encontrar genes exclusivos do ser humano que se expressam no cérebro”, afirmou à SUPER Frank Jacobs, geneticista que participou do estudo.

O gene, chamado de NOTCH2NL, também existe nos chimpanzés, mas em uma versão inativa, com um erro no código. Em algum ponto da evolução humana, porém, o erro foi corrigido ao acaso. E o cérebro triplicou de tamanho.

Veja também

A associação entre o NOTCH e o cérebro humano é tão direta que, quando uma das três cópias é removida de um embrião, ele nasce com microcefalia. Já se uma cópia extra é adicionada, o órgão cresce excessivamente.

Três não é demais, no caso do cérebro: é a quantidade exata de cópias necessárias para turbiná-lo.

Newsletter Conteúdo exclusivo para você