Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Enzima consegue extrair eletricidade do ar

Ela é produzida naturalmente por bactérias – e pode revolucionar a geração de energia no futuro.

Por Bruno Garattoni Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 19 Maio 2023, 14h36 - Publicado em 19 abr 2023, 14h29

O ar, como você deve se lembrar das aulas na escola, é composto por 78% de nitrogênio, 21% de oxigênio e 1% de outros gases. Nessa categoria “outros” há várias coisas, como CO2, neônio e hidrogênio – ele representa aproximadamente 0,00005% do ar que respiramos.

É uma quantidade minúscula, mas suficiente para várias espécies de bactéria, que conseguem extrair energia dele para sobreviver. Agora, cientistas australianos descobriram como elas fazem isso: usando uma enzima, que foi batizada de Huc e gera eletricidade a partir do hidrogênio (1).

Ela combina o hidrogênio com o oxigênio presente no ar, numa reação química que libera elétrons. A enzima é extremamente estável: pode ser congelada, ou aquecida a até 80 graus, e mesmo assim mantém sua capacidade de produzir energia.

Acredita-se que ela seja uma adaptação evolutiva de algumas bactérias, para que elas consigam sobreviver em ambientes inóspitos, sem acesso a nutrientes. Os autores do estudo pretendem desenvolver um método para produzir a Huc em grande escala – segundo eles, a enzima poderia ser utilizada para gerar energia em gadgets portáteis. 

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

Fonte 1. Structural basis for bacterial energy extraction from atmospheric hydrogen. R Grinter e outros, 2023.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.