GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Fontes submarinas de água doce

Agente aprende na escola que o mar é alimentado pelas chuvas e pelos rios. Um time de pesquisadores da Universidade da Carolina do Sul, Estados Unidos, concluiu que os canais subterrâneos fazem também importantes derrames de água, nutrientes e sedimentos que se depositam na beirada dos continentes. O geólogo William Moore mediu a quantidade de rádio, um elemento químico radioativo, nas costas do Estado da Carolina do Sul. E constatou uma concentração maior do que a esperada. Como os canais subterrâneos contêm mais rádio do que os rios e a chuva, Moore concluiu que pelo menos 40% da descarga vem do subsolo. “Isso significa que esses canais são importantes reguladores da química oceânica”, disse ele à SUPER. O geólogo acredita que o fenômeno acontece em todo o mundo. “Por isso, qualquer produto químico ou lixo enterrado ou jogado na região costeira causa efeitos sobre o meio ambiente marinho muito mais dramáticos do que se sabia até hoje.”

Torneiras escondidas

A cada 100 litros de água que chegam ao oceano, 40 litros vêm por baixo da terra.

Cerca de 50% da água do mar vem dos rios a céu aberto, alimentados pelas chuvas.

Os canais subterrâneos vêm do interior do continente, com água carregada de sedimentos e nutrientes.

A água subterrânea chega ao mar diretamente ou se mistura a ela, passando pelo “filtro” das camadas superiores de solo marinho.