Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Mini-rato mostra efeito inesperado

Geneticistas americanos alteraram a seqüência do DNA em um gene responsável pelo hormônio do crescimento em bois e o implantaram em ratos, e os resultados surpreenderam, pois nasceram ratinhos com metade do tamanho normal, e isso pode ser o primeiro passo para o tratamento do gigantismo.

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 18h45 - Publicado em 30 set 1990, 22h00

Geneticistas americanos da Universidade de Ohio ficaram estáticos: ao tentarem engendrar em laboratório uma espécie de ratão, eles foram surpreendidos pelo nascimento de ratinhos com metade do tamanho normal, ou ¼ do tamanho dos ratos gigantes de experiências anteriores. Os cientistas haviam alterado a seqüência do DNA em um gene responsável pelo hormônio do crescimento em bois, para depois implantá-lo em embriões de rato. A descoberta de que a alteração tem um efeito bumerangue, inibidor do crescimento, pode ser o primeiro passo para o tratamento do gigantismo, doença em que a glândula hipófise, no cérebro, libera doses excessivas do hormônio.

Como o hormônio do crescimento desempenha outros papéis no organismo, participando, por exemplo, da renovação dos glóbulos sanguíneos, “o ratinho talvez ajude a identificar os pedaços do gene envolvidos em cada função”, espera o endocrinologista Marcello Delano Bronstein, do Hospital das Clínicas, em São Paulo. “Assim, no futuro, será possível estimular a produção do hormônio sem provocar o crescimento.”

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.