Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Mosca que protege plantações é batizada em homenagem à personagem de Thor

Heimdall (Idris Elba) protege Asgard, terra do Deus do Trovão. Assim como ele, a mosca promete salvar o império do brócolis de uma praga que o ameaça

Por Ingrid Luisa - 21 nov 2019, 20h02

Virou moda nomear cientificamente animais como se fossem celebridades: Beyoncé, Arnold Schwarzenegger e até Leonardo DiCaprio já receberam homenagens do reino animal. Idris Elba, ator e músico inglês, é o mais novo membro da lista, já que acaba de ter seu nome adotado por uma nova mosca descoberta no México.

Mas o curioso é o que esse nome, ao contrário da maioria, não foi escolhido a troco de nada. Ele possui dois bons motivos. O primeiro deles, inclusive, está ligado a uma quebra de paradigmas para a ciência: na maioria dos casos, apenas parte do termo científico referente a espécie homenageia alguém ilustre. O “inseto Beyoncé” , por exemplo, chama-se Scaptia beyonceae. A mosca Idris Elba, porém, vai além, e tem nome e sobrenome de ator.

A mosquinha Idris Elba.
Elijah J. Talamas/Reprodução

Isso aconteceu porque, em 1856, um gênero de vespas parasitas foi nomeado Idris. Então, quando os entomologistas adicionaram um novo membro 163 anos depois, optar pelo trocadilho com o nome do ator seria algo raro – e genial.

O segundo motivo é ainda mais interessante. Todos os integrantes conhecidos do gênero Idris são parasitas de ovos de aranhas – ou seja, depositam suas larvas lá dentro, impedindo o nascimento de novos aracnídeos.

Continua após a publicidade

Agora, o hábito da Idris Elba não só vai deixar os aracnofóbicos felizes, mas terá também impacto comercial – mais especificamente, para a indústria de alimentos. A vespa também parasita uma espécie de percevejo chamada Bagrada hilaris, que está se tornando uma grande ameaça às plantações de vegetais como brócolis e couve-flor.

 

Essa praga, apesar de originária da África, infestou grande parte da Ásia e do sul da Europa. Como todo animal exótico, o percevejo ficou longe de predadores que controlavam o número de sua população, tornando-se uma das principais pragas para produtores de mais de 74 espécies de plantas dessas regiões.

Desde 2008, ele é encontrado nos EUA, tendo chegado ao México em 2014. O maior problema é que ele tem se espalhando pela região de Guanajuato, que produz 70% dos brócolis do país latino, grande parte dele exportado para os EUA e Canadá.

Continua após a publicidade

Diversos agrônomos buscam há anos uma maneira de parar o inseto antes que ele reduza drasticamente a produção norte-americana desses famosos vegetais ​​e faça os preços subirem. Nada havia solucionado esse problema até agora – e Idris Elba surgiu como uma luz no fim do túnel. Assim como Heimdall, personagem interpretado por Elba (o ator) no universo cinematográfico da Marvel, protetor da ponte sagrada que liga Asgard ao mundo real, Elba (o inseto) tem tudo para ser a salvação do império do brócolis– o que deixa o seu novo nome com uma precisão ainda melhor.

Oficialmente, a mosca foi descrita e nomeada no Journal of Hymenoptera Research. O curioso é que os cientistas ainda não sabem se I. Elba sempre atacou os ovos de uma grande variedade de espécies, ou se os ovos do percevejo se parecem demais com os de uma aranha para a mosca notar a diferença. De qualquer maneira, isso é o que menos importa – criar e distribuir ovos da mosca pode ser a solução para o problema de muitos fazendeiros.

Publicidade