Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

O tom da velhice

Pardais mais novos são uma ameaça maior que os mais velhos. E a espécie sabe identificá-los só de ouvir o canto de um intruso.

Por SUPER Atualizado em 4 fev 2020, 16h20 - Publicado em 28 jan 2020, 18h22

Pardais são como cantores profissionais: também têm momentos de auge e declínio em suas carreiras.

Entre pássaros, é comum que o canto de um macho invasor sirva como alerta de perigo. Só que pardais mais velhos colocam menos banca usando o gogó que os mais novos.

Cientistas descobriram isso colocando 35 pardais para ouvir sons de rivais com 2 ou 10 anos de idade. As cobaias se mostraram preocupadas com ruídos dos jovens, se aproximando da fonte sonora para investigá-los. A voz dos anciões, porém, não gerou a mesma comoção. O próximo passo é descobrir se ter um tom idoso afeta o match com as fêmeas.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 12,90/mês