Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Palmeiras que mudam de sexo foram descobertas na Colômbia

Foi a primeira vez na história que essas árvores foram vistas mudando sua expressão sexual

Por Ana Carolina Leonardi Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
30 Maio 2018, 17h31

A árvore nacional da Colômbia, uma palmeira gigantesca que alcança os 60 metros de altura, foi vista pela primeira vez mudando sua expressão sexual.

A palmeira de Cera do Quindío (Ceroxylon quindiuense) sempre foi considerada uma espécie dióica – ou seja, que tem indivíduos do sexo feminino ou masculino, cada planta com seu órgão reprodutor.

Várias plantas de outras espécies são monóicas – uma mesma planta tem flores “fêmeas” e “machos” ao mesmo tempo, e não precisa de outro indivíduo para se reproduzir. 

Palmeiras são um grupo muito grande e diverso de plantas – o que quer dizer que até o modo de reprodução delas varia de espécie para espécie. Mas nunca, mesmo entre essa pluralidade toda, tinha sido observada uma palmeira de qualquer tipo mudando de sexo.

Continua após a publicidade

Foi por isso que pesquisadores ficaram surpresos ao chegar no Jardim Botânico do Quindío. Lá, eles analisaram mais de 150 plantas. A enorme maioria delas não tinha nada fora do comum. 

Mas eles acabaram encontrando quatro plantas especiais. Elas estavam crescendo com uma mistura de partes: os ramos mais antigos e próximos do chão tinham flores masculinas, que estavam caindo, indicando que vinham de uma fase anterior de crescimento.

Ainda faltam dados para entender se essa transição vai avançar até que a mudança seja completa. Para isso, os pesquisadores pretendem usar drones, já que examinar, ramo por ramo, uma árvore tão alta, é uma tarefa – literalmente – grande demais.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.