GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Por que as baleias encalhadas morrem?

Como todo mamífero, elas respiram fora da água. Mas não resistem à pressão e ao calor da superfície

Há 38 milhões de anos, quando os mamíferos ancestrais das baleias trocaram a superfície pelos oceanos, foi para nunca mais voltar. Tanto que uma baleia encalhada se sente um peixe fora d’água. Ela respira ar, claro; mas desidrata, superaquece, sufoca e não suporta o próprio peso.

Não à toa, o protocolo nesses casos é a eutanásia. “Se ficar constatado que os danos são irreversíveis, o recomendado é sacrificar o animal. É um processo extremamente doloroso, um sofrimento enorme para o bicho”, diz o biólogo Salvatore Siciliano, da Escola Nacional de Saúde Pública.

Nos EUA, desde 2003, dados do governo mostram um número crescente de encalhes fatais. Alguns cientistas dizem que há um aumento de notificações. Já a maioria pessimista acredita que o crescimento do problema é causado por atividades humanas. Baleias se ferem em redes de pesca, sofrem com doenças provocadas pela poluição dos oceanos e são afetadas por exercícios militares com o uso de sonar. Também é possível que mudanças climáticas estejam diminuindo a oferta de krill, base da alimentação das baleias – mais mal alimentadas, elas se tornam mais encalháveis.

Morrer na praia
Entenda a agonia de uma baleia encalhada

Forno
Com a pele geralmente escura e uma camada interna de gordura de até 40 centímetros, expostas ao sol, as baleias iniciam um processo de superaquecimento.

Seca
O excesso de calor faz com que as células comecem a perder líquido, iniciando uma longa e debilitante desidratação.

Pressão
Na água, as dezenas de toneladas de uma baleia não são problema. Na terra, a gravidade faz com o que o mamífero marinho são suporte o próprio peso.

Sufoco
A baleia começa a sufocar. Sim, ela respira ar como nós, mas seu peso na superfície acaba comprimindo os pulmões. A cada hora, o intervalo de respiração do animal fica mais longo.

Fim
A baleia inspira, mas o oxigênio não chega aos órgãos, que vão entrando em falência. Logo o organismo para de funcionar. Geralmente, só um guincho é capaz de transportar o cadáver.

Fontes: Centro de Biologia Marinha da USP, Instituto Baleia Jubarte, Projeto Baleia Franca, Fundação Oswaldo Cruz.