GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Pré-históricos 36 metros sob o mar

Arqueólogos franceses começaram a desvendar os segredos da gruta, que está a 36 metros de profundidade no Mediterrâneo e contém desenhos pré-históricos.

Depois de seis anos de esforço, arqueólogos franceses começam a desvendar os mistérios de uma imensa gruta sob o mar, nas imediações de Marselha, França. O maior enigma: a caverna contém desenhos pré-históricos, mas sua entrada fica sob o Mediterrâneo, na parede de um rochedo a 36 metros de profundidade. Como os artistas do passado teriam chegado à gruta?A explicação é que a entrada da caverna estaria acima da água, há mais de 10 000 anos, quando parte do mundo estava na era glacial. Mas teria ficado submersa após o aquecimento da atmosfera: com isso, o gelo virou água e elevou o nível do mar em 120 metros. Uma prova da diferença climática está nas próprias paredes da caverna, onde há desenhos de pingüins e focas, animais que hoje não poderiam viver no calor mediterrâneo. Os testes do caborno-14 mostram que esses desenhos têm 16 500 anos. A caverna de Cosquer, como ficou conhecida a gruta, foi descoberta em 1985 pelo aventureiro Henri Cosquer, que durante muito tempo escondeu o achado e só em setembro do ano passado decidiu comunicar sua existência aos cientistas. Além dos bichos friorentos, ela mostra cavalos e bisões, alvos das caçadas feitas pelos homens do Cro-Magnon.