Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Riscos de uma futura viagem a Marte incluem leucemia, diz estudo

Radiação presente no espaço interfere nas células responsáveis pela imunidade do organismo

Por Guilherme Eler Atualizado em 10 mar 2017, 00h04 - Publicado em 9 mar 2017, 18h42

Os riscos de uma viagem espacial tripulada são especialmente grandes para os astronautas. Fatores como isolamento, gravidade e pressão influem na viagem e precisam ser dominados se quisermos colocar os pés em Marte. É a fim de aumentar nossas chances de sucesso no planeta vermelho que pesquisadores do Instituto Wake Forest de Medicina Regenerativa trabalham em parceria com a Nasa. Experimentos recentes conduzidos pelo grupo foram publicados no jornal Leukemia, e apontam para um grande obstáculo: a exposição à intensa radiação do planeta, que pode aumentar o risco de leucemia.

O estudo visava simular os efeitos diretos da radiação solar e dos raios cósmicos no tecido conjuntivo, mais precisamente nas células hematopoiéticas, responsáveis pela formação de leucócitos, plaquetas e outros elementos do sangue. Elas regulam funções vitais do sangue, como  o transporte de oxigênio e o combate a infecções e outros invasores.

Células hematopoiéticas de doadores saudáveis entre 30 e 55 anos foram bombardeadas por íons e prótons de ferro – o mesmo tipo de radiação que os astronautas encontrarão no espaço. O teste indicou o efeito devastador das mutações causadas pela radiação no sistema imunológico humano. De acordo com Christopher Porada, um dos responsáveis pelo estudo, a capacidade de produção das células do sangue foi reduzida a valores entre 60 e 80%, o que pode provocar um quadro de anemia profunda.

Em um segundo momento, as células irradiadas foram incubadas em ratos de laboratório. As cobaias desenvolveram o que foi diagnosticado pelos cientistas como leucemia linfoide aguda A doença caracteriza-se pela produção de linfócitos imaturos, incapazes, portanto, de apresentar eficácia na função imune. O teste representou a primeira demonstração de como a exposição a radiação espacial pode aumentar o risco de leucemia em humanos.

Continua após a publicidade

Publicidade
Ciência
Riscos de uma futura viagem a Marte incluem leucemia, diz estudo
Radiação presente no espaço interfere nas células responsáveis pela imunidade do organismo

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

Publicidade