GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Satélite abandonado no espaço em 1967 volta a transmitir sozinho

E os sons que ele enviou para a Terra são assustadores; ouça

Depois de quase quatro décadas flutuando sozinho no espaço, um satélite abandonado volta à ativa e começa a enviar sinais sonoros fantasmagóricos para a Terra – ninguém sabe exatamente o por quê. Essa história parece o começo de um filme da franquia Alien, mas o satélite é real e tem nome: é o LES1, largado em órbita pelos americanos em 1967.

Até agora, a NASA achava que o tal satélite já tinha virado lixo espacial há muito tempo, e não imaginava que a lata velha ainda fosse capaz de transmitir qualquer sinal, por mais fraco que fosse. Isso porque o LES1 falhou em sua missão antes mesmo de entrar em órbita: desenvolvido pelo MIT como um teste militar, ele foi lançado em janeiro de 1965, junto com outros oito satélites (nomeados de LES1 a LES9), mas teve um problema sério de lançamento que acabou fazendo com que ele ficasse “estacionado” muito antes do que deveria. O erro no lançamento também fez com que as transmissões do satélite fossem cortadas.

LEIA: Sim, aliens existem (ou existiram), cientistas concluem

Como todos os outros LES tiveram sucesso, os cientistas responsáveis nem ligaram para o LES1, sozinho e calado no espaço sideral. Eles pensavam que o trambolho – que é do tamanho de um carro – acabasse virando lixo espacial e pronto, mas não foi o que aconteceu: em 2013, o astrônomo amador Phil Williams, de North Cornwall, no Reino Unido, captou um sinal de rádio bizarro vindo do satélite. Assustado, ele enviou o sinal para o MIT, e recebeu a confirmação de que era uma mesmo transmissão do satélite abandonado.

A explicação do MIT não tem nada de extraterrestre: embora as baterias do LES1 tenham desintegrado durante o lançamento, o pequeno satélite tinha painéis para captar energia solar, então a hipótese mais aceita é que os sinais de rádio sejam enviados para a Terra quando as placas são recarregadas pelo Sol.

Para os cientistas da NASA e do MIT, o legal dessa descoberta é perceber que nem toda tecnologia antiga é de se jogar fora: histórias como essa mostram que as máquinas velhas podem resistir por muito tempo em ambientes extremamente inóspitos, o que é uma boa dica de que estamos construindo satélites e naves do jeito certo. Isso ou os alienígenas estão se apossando do nosso lixo espacial por alguma razão militar de domínio da Terra… Vai saber.

Ouça o som do sinal fantasmagórico transmitido pelo LES1:

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Valeria Motz

    Fala sério…
    Sempre li e gostei da Revista Super Interessante mas, esse comentário
    “Ouça o som do sinal fantasmagórico transmitido pelo LES1”
    me deixou desapontada!

    Curtir

  2. Pedro Araujo

    Pelo jeito é pra “ver” o som..

    Curtir

  3. Olhar de Desdém

    aff… a Super cada dia mais decepcionante…. o escandaloso SOM FANTASMAGÓRICO é uma mera captação de ondas eletromagnéticas q qualquer jornalista paspalho deveria saber, principalmente se esse paspalho se mete a escrever noticias cientificas. #FicaADicaHelô

    Curtir

  4. Rogerio Nogueira

    Dentro do som, eu captei imagens, são milhares e milhares de páginas, em uma linguagem codificada, que precisam ser analisadas, parece um manual, com vistas explodidas, para construir uma máquina….

    Curtir

  5. Paulo Medeiros

    A matéria é interessante, mas a apelação do som fantasmagórico é super forçada…

    Curtir

  6. white noise assustador?

    Curtir

  7. Cristiano Keller

    Dica de reportagem: Um cocô fantasmagórico, diferente de tudo que vc já viu! E depois bota a foto de um cocô normal. Quase desassinando…

    Curtir

  8. Luciano Peres

    Legal, mas esta notícia é de 2013, não está um pouco atrasada? Quem quiser ver a foto do sujeito…. http://www.pe0sat.vgnet.nl/tag/les1/

    Curtir

  9. Rubens Sousa

    Você é louco.

    Curtir

  10. André Gasoli Sichelero

    Meu amigo, acho que você leu “Contato” vezes demais kkkk

    Curtir

  11. Só ouvi chiado e nada mais.

    Curtir

  12. Curtir

  13. Caesar Nascimento

    Isso é velho…

    Curtir

  14. Ana Paula Gonçalves

    E o som das trombetas do Apocalipse.
    Porem fica um questionamento, se este satélite está no espaço, e o espaço e vácuo como pode ser um som “fantasmagórico” vindo do espaco. Lembrando que na física o som não se propaga no espaço pois o mesmo e vácuo e o som são ondas que “andam” ou “transmitem” através de moléculas.

    Curtir

  15. Thiago Fernando Lichfett

    É claro que não existe um auto falante enviando som do espaço até aqui. Existe uma transmissão em ondas de rádio, que quando captadas pelo receptor em terra, produzem esse som.

    Curtir

  16. Thiago Fernando Lichfett

    A galera está aqui pra ver o “som fantasmagórico”, não pelas placas solares de 4 décadas que resistiram no espaço e que, cada vez que recebem a luz solar, alimentam o transmissor do satélite e emite uma frequência qualquer, desordenada. Isso é sobre ciência e tecnologia, não sobre fantasminhas, vampiros ou mitologia. Quiserem ler sobre isso vão ler a bíblia, revistas sobre astrologia ou sobre “coisas do além”. Isso é sobre o mundo real. Vlw flws.

    Curtir

  17. André Luiz Luiz

    Em minha parca opinião, realmente o título ” som fantasmagórico “, não faz jus a simplicidade de áudio tão banal, que não passa de o som captado por microfones no momento em que correntes da ar cósmicos passam pelo duto captor, percebe que o som lembra a rotação de um motor em giro crescente, à medida que vai a velocidade vai aumentando no duto. semelhante a uma turbina de avião.

    Curtir

  18. Filipe Aguiar

    Boa!

    Curtir

  19. Roberio Cardozo

    Ondas eletromagnética nada mais.

    Curtir

  20. Raiane Alexabdre

    Prezado, Helô D’ Ângelo

    Me chamo Raiane, sou aluna na escola Municipal Prof°Moacyr Benedicto de Souza, sjc-sp.Gostei muito da sua matéria” Satélite abandonado no espaço em 1967 volta a transmitir sozinho”. Queria saber se os outros satélites, LES-2 a LES-9 também gravaram outros sons,e ruídos diferentes.

    Obrigada pela matéria,

    Curtir

  21. Luiz Fernando

    Ola Helô D`Angelo
    Gostei muito de sua matéria
    “Satélite abandonado no espaço volta a transmitir sozinho” . Quando eu li o titulo achei que era mentira ,mas quando vi a matéria achei surreal .
    Vocês poderiam fazer uma matéria dos ruídos de outros satélites e outras pesquisas sobre satélites e sondas, seria muito legal
    Grato Luiz Fernando
    São José dos Campos SP

    Curtir

  22. Raissa Goiozo

    Caro,Helô D’ Ângelo

    Me chamo Raíssa,moro em São José dos Campos interior de SP e estudo na escola Moacyr Benedicto de Souza. Na minha sala a professora Silva e nós alunos achamos mega interessante sua matéria (Satélite abandonado no espaço em 1967 volta a transmitir sozinho). E gostaria que você compartilha-se notícias dos outros satélites citados na reportagem.

    Desde já agradeço Raissa Goiozo de Oliveira.

    Curtir

  23. Talita Alves

    Olá Helo D’ Ângelo, junto com meu amigo, moramos em São José dos Campos.
    Sugestão: Vocês podem fazer outras matéria falando sobre os outros satélites.
    Muito obrigo pela atenção.

    Curtir

  24. Maria Cecilia Shibata

    Olá Helô D’ Angelo
    Eu sou a Maria Cecilia estou fazendo uma atividade para a escola Moacyr Benedicto de Souza professora-Silvia 5-A.Eu achei muito interessante sua matéria, principalmente a parte que disse que só depois de quatro décadas ela mandou um sinal.Achei isto muito curioso!Eu também queria fazer uma pergunta : Todos os satélites mandam os mesmos audios?
    Helô D’Angelo eu gostei muito da sua matéria!
    Agradeço desde já
    Obrigado
    Maria Cecilia

    Curtir

  25. Pedro Correias

    Prezado

    Helô D’ Angelo

    Eu e meus amigos lemos sua matéria e gostamos muito
    (Satélite abandonado no espaço em 1967 voltou a
    transmitir sozinho)Eu queria saber se essa foi a primeira transmiçao do Les1 desde que ouvi a transmiçao estou muito curioso para saber o que é.

    Agradecido pela atenção.
    nome:Pedro Henrique Oliveira Souza, São josé dos Campos-sp

    Curtir

  26. Ricardo Vinicius

    Me dão licença me borrei todo, estou indo me limpar…

    Curtir

  27. Guilherme Samuel

    Forma de expressão, ué.

    Curtir