Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Seda por acaso

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h52 - Publicado em 20 jul 2009, 22h00

Do derramamento casual de um vidro de colódio (solução utilizada, no passado, para proteger ferimentos) nasceu um substituto artificial para a seda. A descoberta foi feita em 1878 pelo jovem químico francês Hilaire de Chardonnet. Assistente de Pasteur, ele o ajudava a encontrar um modo de conter uma epidemia entre os bichos-da-seda que ameaçava a indústria francesa. Certo dia, quando trabalhava com chapas fotográficas num quarto escuro, Chardonnet derramou um vidro de colódio sobre a mesa e deixou para limpar a sujeira depois. O líquido tornou-se pegajoso e viscoso graças à evaporação do solvente e, ao tentar removê-lo Chardonnet notou que ele formava fios longos e finos de fibras semelhantes à seda. Seis anos depois ele conseguiu produzir a seda artificial a partir do colódio.

Publicidade