GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Uma boca cheia de punhais

Nunca se havia encontrado um fóssil tão completo do Tiranossauro rex, o mais feroz dos répteis do passado.

Nem tão grande: com dentes de até 18 centímetros de comprimento. Bastaria para atravessar um corpo humano do peito às costas. O fóssil foi de um animal de 15 metros da cauda ao focinho, 6 metros de altura e 10 toneladas de peso. O primeiro osso foi achado em 1991, mas a escavação, na vila de Eastend (560 habitantes), no norte do Canadá, só começou em junho passado. E vai longe: será duríssimo tirar o esqueleto das rochas de minério de ferro em que ficou encravado. Sob a direção do paleontólogo John Storer, o tiranossauro será estudado no Museu de História Natural de Regina, capital do estado canadense de Saskatchewan. Descoberto há quase 100 anos, o tiranossauro é conhecido apenas por uma dúzia de esqueletos.

Só cinco em bom estado. O novo exemplar é precioso para a ciência.