Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Golfinhos têm memória de elefante e se lembram dos amigos de 20 anos atrás

Por Vinícius Giba Atualizado em 4 jul 2018, 20h33 - Publicado em 16 ago 2013, 16h06

Eilat_-_Dolphin_reef

O pesquisador Jason Bruck da Universidade de Chicago teve a ideia de estudar a extensão da memória dos animais quando foi visitar seu irmão depois de 4 anos sem vê-lo e o cão dele, que geralmente é agressivo com estranhos, o recebeu com calma.

Para o estudo, Bruck usou 43 golfinhos-nariz-de-garrafa dos EUA e de Bermudas. Alguns desses animais já conviveram e foram trocados entre aquários para estudos várias vezes. Toda troca e convivência dos bichinhos foi detalhadamente registrada. Com esses dados, o pesquisador pôde saber quem havia convivido com quem.

2

Os golfinhos usam o assobio para se comunicar e durante a juventude eles desenvolvem um “assobio de assinatura” que funciona como um nome. Pois bem: Bruck então tocou assobios de golfinhos aleatórios para os animais e eles reagiram ao som, mas logo se entediaram e foram fazer outra coisa. Porém, quando o pesquisador tocou o assobio de um golfinho que ele sabia já ter convivido com o animal sendo estudado, a reação foi bem maior. Além de se aproximar da caixa de som, os golfinhos assobiavam seus nomes de volta e esperavam resposta.

A taxa de resposta aos assobios de conhecidos (mesmo entre aqueles que não se veem há 20 anos) foi maior que aos assobios de animais aleatórios. Isso permitiu ao pesquisador afirmar que eles se lembram dos companheiros de longa data e ainda especular um pouco sobre a inteligência dos golfinhos: “talvez a cognição complexa [dos golfinhos] venha de tentar lembrar quem são seus amigos”, disse Buck.

golfinhos

E cada vez mais aparecem evidências de que Douglas Adams estava certo…

Fonte: National Geographic

Continua após a publicidade

Publicidade
Mundo Estranho
Golfinhos têm memória de elefante e se lembram dos amigos de 20 anos atrás
O pesquisador Jason Bruck da Universidade de Chicago teve a ideia de estudar a extensão da memória dos animais quando foi visitar seu irmão depois de 4 anos sem vê-lo e o cão dele, que geralmente é agressivo com estranhos, o recebeu com calma. Para o estudo, Bruck usou 43 golfinhos-nariz-de-garrafa dos EUA e de […]

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

Publicidade